Publicidade

Publicidade

Publicidade

PROCIMAX

Laboratório

Libbs Farmacêutica Ltda.

Principio ativo

CITALOPRAM

Classe

Antidepressivos e analépticos

Composição

Cada comprimido de PROCIMAX 20 mg contém: Citalopram 20 mg. Excipientes: Amido, lactose, celulose microcristalina, polividona, croscarmelose sódica, dióxido de silício coloidal, estearato de magnésio, polietilenoglicol, metacrilato de dimetilaminoetila e corante amarelo-crepúsculo, q.s.p. 1 comprimido. Cartucho contendo 14 ou 28 comprimidos de 20 mg.

Apresentação

Indicações

PROCIMAX (citalopram) é indicado para o tratamento da depressão, do transtorno obsessivo-compulsivo e do transtorno do pânico.

Contra indicações

PROCIMAX (citalopram) é contra indicado para pacientes que apresentam hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula. O uso concomitante de inibidores da monoaminoxidase (IMAO) com citalopram ou seu uso dentro de duas semanas da descontinuação deles é contra-indicado.

Posologia

Depressão: Recomenda-se administrar dose única diária de 20 mg. Em função da resposta individual do paciente a dose poderá ser gradualmente aumentada para até 60 mg por dia. Transtorno do pânico: Recomenda-se iniciar o tratamento com dose única oral de 10 mg diários na primeira semana e, a seguir, aumentar para 20 mg. Se necessário, a dose poderá ser ajustada gradualmente para até 60 mg por dia. Transtorno obsessivo-compulsivo: Recomenda-se iniciar o tratamento com dose única diária de 20 mg. A dose poderá ser gradualmente aumentada até 60 mg por dia. Pacientes idosos com mais que 65 anos de idade: Nestes pacientes a dose máxima diária não deverá ultrapassar 40 mg por dia. Pacientes com insuficiência hepática: Nestes pacientes a dose máxima diária não deverá ultrapassar 30 mg/dia. Os alimentos não influem na absorção do citalopram. Assim, os pacientes poderão tomar PROCIMAX (citalopram) a qualquer horário, independentemente da ingestão de alimentos. Considerando que a resposta terapêutica só pode ser observada após 2 a 4 semanas de tratamento, em média, os ajustes de doses deverão ser feitos com este intervalo de 2 a 4 semanas, embora possam ser realizados mais precocemente de acordo com a avaliação clínica. Para se evitar recidivas, o tratamento deverá ser mantido por período de tempo adequado, normalmente por 6 meses ou mais. Em caso de depressão recorrente, a terapia deverá ser mantida por períodos mais longos. No tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo, em geral, observam-se sinais de melhora em 2 a 4 semanas, atingindo seu efeito máximo com a continuação do tratamento. No transtorno do pânico observa-se eficácia máxima aproximadamente com 3 meses de tratamento.

Reações adversas

As reações adversas observadas com PROCIMAX (citalopram) foram, em geral, leves e passageiras. Foram mais freqüentes no início do tratamento e, em geral, se atenuaram com sua continuação. As reações adversas relatadas com maior freqüência foram náusea, sudorese, boca seca, cefaléia, sonolência, tremor, distúrbio da ejaculação, insônia e astenia. V

Interações medicamentosas

© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa