Publicidade

Publicidade

Publicidade

PANTEC

Laboratório

Cifarma Científica Farmacêutica Ltda.

Principio ativo

FLUCONAZOL

Classe

Antifúngicos

Composição

Cada cápsula de PANTEC contém: Fluconazol 150 mg. Excipiente (manitol, celulose microcristalina e polivinilpirrolidona) q.s.p. 1 cápsula.

Apresentação

Cápsulas de 150 mg: Caixa com 1.

Indicações

Candidíase vaginal aguda e recorrente e balanites por Candida, bem como profilaxia para reduzir a incidência de candidíase vaginal recorrente (3 ou mais episódios por ano); dermatomicoses, incluindo Tinea pedis, Tinea corporis, Tinea cruris, Tinea unguium (onicomicoses) e infecções por Candida.

Contra indicações

Hipersensibilidade ao fluconazol, ou a qualquer outro composto azólico.

Posologia

Adultos: 1. Para meningite criptocócica e infecções por criptococos em outros locais, a dose usual é de 400 mg no primeiro dia, seguidos de 200-400 mg em dose única diária. A duração do tratamento em infecções criptocócicas dependerá das respostas clínica e micológica, porém para a meningite criptocócica é de, no mínimo, 6 a 8 semanas. 2. Para prevenção de recidivas de meningite por criptococos em pacientes com Aids, depois que o paciente receber a terapia primária completa, fluconazol pode ser administrado diariamente em doses diárias de 200 mg por período indefinido. 3. Para candidemia, candidíase disseminada ou outras infecções invasivas por Candida, a dose usual é de 400 mg no primeiro dia, seguida de 200 mg, diariamente. Dependendo da resposta clínica, a dose pode ser aumentada para 400 mg diários. A duração do tratamento é baseada na resposta clínica. 4. Para candidíase orofaríngea a dose usual é de 50 mg em dose única diária durante 7 a 14 dias. Quando necessário o tratamento pode ser continuado por períodos mais longos em pacientes com função imune seriamente comprometida. Para candidíase oral atrófica associada a dentaduras a dose usual é de 50 mg em dose única diária durante 14 dias, administrada concomitantemente a medidas anti-sépticas locais para dentaduras. Para outras infecções por Candida nas mucosas (exceto candidíase vaginal), como, por exemplo, esofagite, infecções broncopulmonares não-invasivas e candidúria, a dose usual eficaz é de 50 mg diários, administrada durante 14 a 30 dias. Em raros casos de infecções mais difíceis por Candida na mucosa a dose pode ser aumentada para até 100 mg diários. 5. Para prevenção de infecções fúngicas em pacientes com doenças malignas a dose deve ser de 50 mg em doses únicas diárias, enquanto o paciente estiver correndo riscos como conseqüência da administração de quimioterapia citotóxica ou radioterapia.

Reações adversas

Geralmente bem tolerado. As reações adversas mais comuns têm sido aquelas relacionadas ao trato gastrintestinal. Estão incluídas náuseas, dor abdominal, diarréia e flatulência. Após os sintomas gastrintestinais o segundo efeito colateral mais comumente observado tem sido rash. Dor de cabeça tem sido associada ao uso de fluconazol. Em alguns pacientes, particularmente aqueles com enfermidades de base severas, tais como Aids e câncer, foram observadas alterações nos resultados dos testes das funções hematológica e renal e anormalidades hepáticas durante o tratamento com fluconazol e agentes comparativos; entretanto, o significado clínico e a relação ao tratamento são incertos. Distúrbios esfoliativos da pele, convulsões, leucopenia, trombocitopenia e alopecia têm ocorrido sob condições onde uma associação de causa é incerta. Em raros casos, assim como com outros azólicos, anafilaxia tem sido relatada com o uso de fluconazol.

Interações medicamentosas

© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa