Publicidade

Publicidade

Publicidade

OTRIVINA

Laboratório

Novartis Biociências S.a.

Principio ativo

XILOMETAZOLINA, CLORIDRATO

Classe

Composição

Cada 100 ml de solução contém 0,1 g de cloridrato de xilometazolina. Excipientes: Cloreto de benzalcônio, sal dissódico do ácido etilenodinitrilo tetracético, fosfato de sódio monobásico, fosfato de sódio dibásico, cloreto de sódio e água purificada. Cada 100 g do gel contém 0,1 g de cloridrato de xilometazolina. Excipientes: Cloreto de benzalcônio, sal dissódico do ácido etilenodinitrilo tetracético, hidroxipropilmetilcelulose, sorbitol, fosfato de sódio monobásico, fosfato de sódio dibásico, cloreto de sódio, perfume, estearato de gliceril polioxietilenoglicol e água purificada.

Apresentação

Gotas nasais (solução nasal) a 1‰ (0,1%): Frasco plástico gotejador contendo 15 ml. Gel nasal a 1‰ (0,1%): Tubo contendo 10 gramas.

Indicações

Alívio da congestão nasal causada por resfriados, febre do feno ou outras rinites alérgicas e sinusite. Como auxiliar na drenagem das secreções em afecções dos seios paranasais. Na otite média, como adjuvante para descongestionar a mucosa nasofaringeana. Para facilitar a rinoscopia (somente OTRIVINA Gotas).

Contra indicações

Hipersensibilidade a algum dos componentes da formulação. Assim como para outros vasoconstritores, OTRIVINA não deve ser utilizada em pacientes com glaucoma de ângulo estreito, hipofisectomia transesfenoidal ou após cirurgias nas quais a dura-máter tenha sido exposta. Em casos de rinite crônica, OTRIVINA só é indicada nas situações de exacerbação aguda.

Posologia

OTRIVINA deve ser aplicada após se assoar o nariz. Deve ser administrada somente a adultos ou a crianças acima de 12 anos de idade. OTRIVINA Gotas nasais: O paciente deve inclinar a cabeça para trás, se estiver em pé ou sentado, ou, se estiver deitado, deve pender a cabeça sobre um dos lados. Posicionar o gotejador próximo à narina e aplicar de 2 a 3 gotas do medicamento, quando necessário, até 3 vezes ao dia, a cada 8 a 10 horas. Manter a cabeça inclinada para trás por alguns minutos após a aplicação para que o medicamento se disperse por toda a narina. Não ultrapassar a dose recomendada. OTRIVINA Gel: Até 3 vezes ao dia, a cada 8 a 10 horas. Não ultrapassar a dose recomendada. Aplicar uma pequena quantidade de gel, o mais profundamente possível, dentro de cada narina; é recomendável fazer a última aplicação imediatamente antes de dormir. Nos resfriados, que levam à formação de crostas dentro do nariz, deve-se administrar preferencialmente OTRIVINA Gel.

Reações adversas

Efeitos adversos sistêmicos dos descongestionantes incluem: nervosismo, agitação, palpitações, insônia, dor de cabeça, tontura e tremores. Por causa da circulação da droga através do corpo, a constrição de outros vasos sangüíneos, não somente os nasais, pode levar a um possível aumento da pressão arterial. Por esta razão, pessoas hipertensas ou com distúrbios cardíacos só devem usar descongestionantes nasais sob orientação médica. Outras condições requerem supervisão de um médico para o uso de descongestionantes são os diabéticos e pessoas com hipertiroidismo. Efeitos adversos locais incluem: irritação da mucosa nasal, secura da mucosa nasal, boca, olhos e garganta, sensação de queimação local, espirros e principalmente a congestão de rebote ou rinite medicamentosa.

Interações medicamentosas

OTRIVINA, assim como outros agentes simpaticomiméticos, deve ser utilizado com cuidado em pacientes que apresentam forte reação a substâncias adrenérgicas, evidenciadas por sinais de insônia, tontura, tremor, arritmias cardíacas ou pressão arterial elevada. Assim como outros vasoconstritores tópicos, OTRIVINA não deve ser utilizado continuamente por períodos que ultrapassem 3 dias consecutivos: o uso excessivo ou prolongado pode causar congestão de rebote. Não exceder a dose recomendada, especialmente em crianças e em idosos. É recomendado cuidado em pacientes com hipertensão, doença cardiovascular, hipertireoidismo, glaucoma de ângulo estreito, diabetes mellitus, em pacientes portadores de feocromocitoma e hiperplasia da próstata. Devido ao ressecamento da mucosa ocular que OTRIVINA pode provocar, deve-se ter atenção especial com os usuários de lentes de contato.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa