Publicidade

Publicidade

Publicidade

NÚCLEO C.M.P.

Laboratório

Lab. Gross S.a.

Principio ativo

CMP (Assoc.)

Classe

Composição

Cada cápsula contém: Citidina-5-monofosfato dissódica (CMP) 2,5 mg; Uridina-5-trifosfato trissódica (UTP) 1,5 mg; Acetato de hidroxicobalamina 1,0 mg. Excipientes q.s.p. 150 mg. Excipiente constituído de: Ácido cítrico, citrato de sódio, celulose microcristalina, estearato de magnésio, manitol. Cada frasco-ampola do liofilizado contém: Citidina-5-monofosfato dissódica (CMP) 5,0 mg; Uridina-5-trifosfato trissódica 3,0 mg; Acetato de hidroxicobalamina 2,0 mg. Excipiente constituído de: Manitol. Cada ampola do diluente contém: Cloridrato de lidocaína 20,0 mg. Excipiente q.s.p. 2,0 ml. Excipiente constituído de: Cloreto de sódio, água bidestilada apirógena.

Apresentação

Cápsula: Frasco com 20 cápsulas. Pó liófilo injetável + solução diluente: Caixa com 3 frascos-ampolas e 3 ampolas de diluente.

Indicações

Afecções neuromusculares: Nevralgias: Lombociatalgia, nevralgia facial, nevralgia intercostal, nevralgia cervicobranquial e nevralgia pélvica. Neurites: Herpes zóster, paralisia facial, polineurite infecciosa, polineurite metabólica e neurite inespecífica. Mialgias: Lombalgia, torcicolo, fadiga muscular, miastenia, miosites e distrofias musculares. Afecções do sistema nervoso: Esgotamento nervoso, hemicranias, fadiga intelectual, inapetência e apatia, astenias nervosas, vitalidade diminuída, alterações de humor. Recuperação funcional: Deficiências neurológicas, recuperação na poliomielite, recuperação do hemiplégico, seqüelas pós-encefalíticas, depressão involutiva e involução senil.

Contra indicações

Não são conhecidas até o momento, contra-indicações com o uso do produto, devidas à associação de citidina-5-monofosfato dissódica, uridina-5-trifosfato trissódica e acetato de hidroxicobalamina, a não ser que o paciente apresente alergia a qualquer um dos componentes da formulação; no entanto, devido à presença do cloridrato de lidocaína, o produto está contra-indicado na síndrome de Adams-Stokes e bloqueio cardíaco grave (atrioventricular, intraventricular ou sinoatrial).

Posologia

Cápsulas: Adultos: 2 a 4 cápsulas por dia. Crianças: 2 cápsulas por dia. Injetável: Adultos: 1 ampola por dia ou em dias alternados, em aplicações intramusculares. Crianças: Meia ampola por dia ou uma ampola a cada 2 ou 3 dias, de acordo com orientação médica, em injeções intramusculares. Obs.: Dissolver completamente o liofilizado, usando todo o conteúdo da ampola de diluente.

Reações adversas

Ainda não são conhecidas a intensidade e a freqüência das reações adversas.

Interações medicamentosas

Devido à presença do cloridrato de lidocaína no diluente do liofilizado, quando da aplicação de NÚCLEO C.M.P.® Injetável, deve-se levar em conta as seguintes situações: cuidar para que a agulha hipodérmica não penetre em nenhum vaso sangüíneo, aspirando antes de injetar; pacientes geriátricos podem ser mais sensíveis ao uso do produto; a relação risco/benefício deve ser avaliada em situações clínicas como: insuficiência cardíaca, comprometimento renal ou hepático, redução do fluxo sangüíneo hepático, hipovolemia e choque, síndrome de Wolff-Parkinson-White; recomenda-se a monitoração periódica da pressão arterial, eletrocardiograma, concentrações plasmáticas de eletrólitos e lidocaína.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa