Publicidade

Publicidade

Publicidade

NIPRIDE

Laboratório

Biolab Sanus Farmacêutica Ltda.

Principio ativo

SÓDIO, NITROPRUSSIATO

Classe

Composição

Cada frasco-ampola contém: Nitroprussiato de sódio diidratado 50 mg. Cada ampola de diluente de 2 ml contém: Glicose 100,0 mg; Água para injeção q.s.p. 2 ml.

Apresentação

Pó liófilo: Caixa com 5 frascos-ampolas + 5 ampolas de diluente.

Indicações

NIPRIDE é indicado: para estimular o débito cardíaco e para reduzir as necessidades de oxigênio do miocárdio na insuficiência cardíaca secundária ao infarto agudo do miocárdio, bem como na doença valvular mitral e aórtica e na cardiomiopatia, incluindo tratamento intra e pós-operatório de pacientes submetidos a cirurgia cardíaca; para produzir hipotensão controlada durante intervenções cirúrgicas, enquanto o paciente está sob anestesia, com o objetivo de reduzir a perda sangüínea intra-operatória e diminuir o fluxo sangüíneo no campo operatório; para reduzir rápida e eficazmente a pressão sangüínea em crises hipertensivas; em situações que requerem redução imediata da pressão sangüínea, como encefalopatia hipertensiva, hemorragia cerebral, descompensação cardíaca aguda acompanhada por edema pulmonar, aneurisma dissecante, síndrome do sofrimento respiratório idiopático em recém-nascidos, nefrite glomerular aguda na ressecção cirúrgica de feocromocitoma; no espasmo arterial grave e para pronta correção da isquemia dos vasos periféricos provenientes de envenenamento com drogas contendo ergotamina; para aumentar o fluxo sangüíneo periférico e, com isto, também estimular a troca das substâncias de diálise peritoneal, e para acelerar a troca de calor em casos de pirexia extrema.

Contra indicações

NIPRIDE é contra-indicado em pacientes que sofrem de hipertensão compensatória, por exemplo, nos pacientes com shunt arteriovenoso ou coarctação da aorta.

Posologia

Importante: Os frascos-ampolas de NIPRIDE só devem ser empregados na preparação de soluções diluídas para infusão usando-se soro glicosado a 5%. Os frascos de infusão e os tubos devem ser imediatamente envolvidos no protetor anexo para proteger a solução de infusão da ação da luz. Para se atingir a solução ideal de NIPRIDE, é necessário controle contínuo da pressão sangüínea. A hidroxicobalamina e o tiossulfato de sódio, também quando combinados, são potentes antídotos em caso de hiperdosagem. Preparação da solução para infusão: O conteúdo de um frasco-ampola com a substância ativa deve ser misturado com a solução glicosada (2 ml) contida na ampola de solvente; a solução preliminar assim obtida deve ser diluída em 1.000, 500 e 250 ml de soro glicosado a 5%. A solução de infusão levemente marrom deve ser protegida da luz e usada imediatamente. Qualquer solução remanescente após o término da infusão deve ser descartada, bem como toda solução que se torne descorada. Observações gerais relativas à posologia: A velocidade da infusão terá de ser determinada para cada indivíduo por meio de controle contínuo da pressão sangüínea, não se permitindo que a dose ultrapasse as doses máximas relacionadas a seguir. NIPRIDE deve ser administrado usando-se um regulador de microgotas. Para evitar uma acentuada reação compensatória, que ocorre especialmente em pacientes jovens, associada a um aumento abrupto dos níveis de catecolamina e renina, e com taquicardia, a dose tem de ser aumentada lentamente até atingir o efeito desejado. Não se deve interromper subitamente a infusão, mas num espaço de tempo de 10 a 30 minutos, para evitar aumento excessivo da pressão arterial (efeito rebote). Sendo maior a idade do paciente, a dose necessária para atingir a mesma redução arterial diminui. Em pacientes com distúrbios conhecidos do fluxo sangüíneo cerebral, deve-se reduzir a pressão arterial com extrema cautela e empregar apenas doses abaixo do máximo. Havendo acentuada alteração da função hepática, só se devem administrar doses baixas ou administrar tratamento profilático usando os antídotos recomendados (ver Superdosagem). Em pacientes com hipotireoidismo, deve-se ter em mente que concentrações mais elevadas de tiocianato inibem a absorção de iodeto. Posologia padrão: Para infusão que dure até três horas, recomendam-se as seguintes doses: mcg NIPRIDE por kg por minuto Dose inicial 0,3-1 mcg Dose média 3 mcg Dose máxima: Adultos 8 mcg Crianças 10 mcg Em pacientes sob anestesia ou que estão recebendo concomitantemente medicação anti-hipertensiva, uma posologia geral de menos de 1 mg/kg de peso corporal administrada durante um período de 3 horas é, em geral, suficiente para atingir o nível desejado de hipotensão. Numa velocidade de infusão de 3 mcg/kg de peso corporal/min, pode-se em geral reduzir a pressão arterial a 60%-70% do nível pré-tratamento e mantê-la nessa faixa. A tabela a seguir mostra a quantidade de substância ativa contida nas diferentes soluções de NIPRIDE.

Reações adversas

Reduzindo a pressão arterial demasiadamente rápido, podem ocorrer os seguintes sintomas: náuseas, vômitos, sudorese, cefaléia, vertigem, palpitações, apreensão, tremores musculares, desconforto retroesternal e dor abdominal. Esses sintomas desaparecem se a velocidade da infusão for mais lenta ou se a infusão for interrompida temporariamente.

Interações medicamentosas

Em pacientes com distúrbios conhecidos do fluxo sangüíneo cerebral, deve-se reduzir a pressão arterial com extrema cautela e empregar apenas doses abaixo do máximo. Havendo acentuada alteração da função hepática, só se devem administrar doses baixas, ou administrar tratamento profilático usando os antídotos recomendados (ver Superdosagem). Em pacientes com hipotireoidismo, deve-se ter em mente que concentrações mais elevadas de tiocianato inibem a absorção de iodeto. Pacientes idosos: Até a presente data, são desconhecidos dados para uso em idosos. Somente o médico deve avaliar e prescrever o seu uso para pacientes idosos.
© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa