Publicidade

Publicidade

Publicidade

NAPRIX A

Laboratório

Libbs Farmacêutica Ltda.

Principio ativo

RAMIPRIL (Assoc.)

Classe

Anti-hipertensivos

Composição

Cada cápsula de NAPRIX A 2,5/5 mg contém: Ramipril 2,5 mg; Anlodipino (sob forma de besilato) 5 mg. Excipientes: Fosfato de cálcio, celulose microcristalina, polividona, lactose, dióxido de silício, estearato de magnésio, laurilsulfato de sódio, amido glicolato de sódio e fosfato monossódico, q.s.p. 1 cápsula. Cartucho contendo frasco com 30 cápsulas. Cada cápsula de NAPRIX A 5/5 mg contém: Ramipril 5 mg; Anlodipino (sob a forma de besilato) 5 mg. Excipientes: Fosfato de calcio, celulose microcristalina, polividona, lactose, dióxido de silício, estearato de magnésio, laurilsulfato de sódio, amido glicolato de sódio e fosfato monossódico q.s.p. 1 cápsula. Cartucho contendo frasco com 30 cápsulas.

Apresentação

Indicações

NAPRIX A (ramipril/Anlodipino) é indicado para o tratamento da hipertensão.

Contra indicações

NAPRIX A (ramipril/Anlodipino) é contra-indicado para pacientes hipersensíveis ao ramipril, a qualquer inibidor da ECA ou à Anlodipino.

Posologia

O Anlodipino e o ramipril são efetivos no tratamento da hipertensão em doses diárias de 2,5 a 10 mg. A terapia combinada, utilizando doses de 2,5 a 10 mg de Anlodipino, tem o efeito proporcional ao aumento da dose em todos os grupos de pacientes e o ramipril tem seu efeito proporcional às doses nos grupos de pacientes não-negros. A dosagem deve ser dirigida pela resposta clínica. Pacientes idosos ou com insuficiência hepática devem ser monitorados cautelosamente e a dose inicial deve ser a mais baixa.

Reações adversas

As reações adversas mais comumente relatadas têm sido tosse e edema de membros inferiores. Ocorrem também angioedema, astenia, fadiga, rubor, rash, dermatites, insônia, ansiedade, redução da libido, náusea, diarréia, dispepsia, hipocalemia, faringite, poliúria e dores musculoesqueléticas. Podem ocorrer alterações em testes laboratoriais, tais como pequenos aumentos na creatinina sérica, principalmente em pacientes com insuficiência renal. Elevação da bilirrubina sérica e do ácido úrico e alguns relatos de elevação das enzimas hepáticas têm ocorrido.

Interações medicamentosas

© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa