Publicidade

Publicidade

Publicidade

PEPSAMAR

Laboratório

Sanofi-Synthelabo

Principio ativo

ALUMÍNIO, HIDRÓXIDO

Classe

Antiácidos neutralizantes

Composição

Cada 1 mL contém: hidróxido de alumínio.....................61,5 mg veículo q.s.p......................................1 mL Contém: sorbitol, benzoato de sódio, sacarina sódica, aroma natural menta piperita, hipoclorito de sódio, água purificada.

Apresentação

Pepsamar suspensão oral – frasco com 240 ml

Indicações

PEPSAMAR® alivia os sintomas de azia (queimação) e má digestão.

Contra indicações

Você não deve utilizar PEPSAMAR® se for alérgico a este medicamento. Não use PEPSAMAR® nos casos de: insuficiência renal severa, obstrução intestinal ou deficiência de fosfato (hipofosfatemia). Este medicamento é contra-indicado na faixa etária de 0 a 6 anos, a não ser que seja prescrito pelo médico.

Posologia

Duas colheres de chá (10 ml) cerca de uma hora após as refeições e ao deitar, ou de acordo com orientação médica. SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR. NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DE SEU CIRURGIÃO-DENTISTA. NÃO USE O MEDICAMENTO COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO. ANTES DE USAR OBSERVE O ASPECTO DO MEDICAMENTO.

Reações adversas

O hidróxido de alumínio e todos os seus derivados podem causar constipação. A administração de altas doses pode causar obstrução intestinal. O hidróxido de alumínio pode provocar náuseas e vômitos. A administração de hidróxido de alumínio a pacientes com dieta pobre em fosfato pode ocasionar a depleção de fosfato acompanhada pelo aumento da reabsorção óssea e hipercalciúria com o risco de osteomalácia. Os sais de alumínio são pouco absorvidos pelo trato gastrintestinal, e os efeitos sistêmicos são raros em pacientes com função renal normal. Em pacientes com comprometimento renal crônico, o acúmulo de alumínio pode provocar osteomalácia ou doença óssea adinâmica, encefalopatia, demência e anemia microcítica

Interações medicamentosas

Pacientes idosos Este medicamento deve ser utilizado com cautela pelos pacientes idosos, pois o uso prolongado pode provocar a diminuição da concentração de fósforo, o aumento da eliminação de cálcio e o acúmulo de alumínio no organismo. Esses distúrbios podem agravar as doenças ósseas. Outros grupos de risco Caso você tenha sangramento intestinal, prisão de ventre ou hemorróidas, não utilize PEPSAMAR®, por mais de duas semanas, sem antes informar o seu médico. Pacientes com insuficiência renal: Este medicamento deve ser utilizado com cautela pelos pacientes submetidos à diálise crônica, pois o acúmulo de alumínio pode causar doenças no cérebro (encefalopatias). Pacientes com doença de Alzheimer: O uso prolongado deste medicamento, devido ao acúmulo de alumínio, pode agravar a doença de Alzheimer.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa