Publicidade

Publicidade

Publicidade

HIDROCLOROTIAZIDA

Laboratório

FURP

Principio ativo

HIDROCLOROTIAZIDA

Classe

Diuréticos

Composição

Cada comprimido contém: hidroclorotiazida................................................................................................25 mg excipientes q.s.p. ...........................................................................................1 comp. excipientes: lactose monoidratada, amido, estearato de magnésio. hidroclorotiazida................................................................................................50 mg excipientes q.s.p. ...........................................................................................1 comp. excipientes: lactose monoidratada, amido, estearato de magnésio.

Apresentação

hidroclorotiazida 25 mg - cartucho contendo 30 comprimidos hidroclorotiazida 50 mg - cartucho contendo 20 comprimidos

Indicações

A hidroclorotiazida tem indicação no tratamento da hipertensão arterial, quer isoladamente ou em associação com outros fármacos anti-hipertensivos. Pode ser ainda utilizada no tratamento dos edemas associados com insuficiência cardíaca congestiva, cirrose hepática e com a terapia por corticosteróides ou estrógenos. Também é eficaz no edema relacionado a várias formas de disfunção renal, como síndrome nefrótica, glomerulonefrite aguda e insuficiência renal crônica.

Contra indicações

A hidroclorotiazida está contra-indicada a pacientes que apresentem hipersensibilidade à hidroclorotiazida e outros componentes da fórmula e também em pacientes com insuficiência renal grave.

Posologia

A terapia deve ser individualizada de acordo com a resposta do paciente. A dose deve ser ajustada para se obter a resposta terapêutica desejada, bem como para determinar a menor dose capaz de manter esta resposta. •Adultos: Hipertensão - Dose inicial: 50 a 100 mg/dia, em uma só tomada pela manhã ou em doses fracionadas. Após 1 semana ajustar a posologia até se conseguir a resposta terapêutica desejada sobre a pressão sangüínea. Quando a hidroclorotiazida é usada com outro agente anti-hipertensivo, a dose deste último deve ser reduzida para prevenir a queda excessiva da pressão arterial. Edema - Dose inicial: 50 a 100mg uma ou duas vezes ao dia, até obter o peso seco do paciente. - Dose de manutenção: a dose de manutenção varia de 25 a 200 mg por dia ou em dias alternados, de acordo com a resposta do paciente. Com a terapia intermitente é menor a probabilidade de ocorrência de distúrbios hidroeletrolíticos. •Lactentes e crianças - Até 2 anos de idade: dose diária total de 12,5 a 25 mg administrada em duas tomadas. - De 2 a 12 anos de idade: dose de 25 a 100mg, administrada em duas tomadas. - A dose pediátrica diária usual deve ser baseada em 2 a 3 mg/kg de peso corporal, ou a critério médico, dividida em duas tomadas.

Reações adversas

Informe seu médico sobre o aparecimento de reações desagradáveis com o uso de hidroclorotiazida, em especial sintomas como perda do apetite, desconforto gástrico, náusea, vômito, prisão de ventre, tontura, dormência, dor de cabeça, anemia, queda da pressão ao levantar-se, alergia, boca seca, sede excessiva, fraqueza e contração muscular. Informe seu médico sobre quaisquer outras reações desagradáveis atribuíveis à medicação. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Interações medicamentosas

Informe ao médico caso seja portador de doença do fígado ou rins. Informe também ao médico em caso de gravidez e amamentação. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento. NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa