Publicidade

Publicidade

Publicidade

FURACIN

Laboratório

Ind. Química e Farm. Schering-Plough S.A

Principio ativo

NITROFURAZONA TÓPICA

Classe

Proteção da pele e mucosas

Composição

Apresentação

Cada 100 gramas de FURACIN* Pomada a 0,2% contêm 200 mg de nitrofurazona em base de polietilenoglicol. Componentes inativos: Polietilenoglicol 300, polietilenoglicol 1000 e polietilenoglicol 4000. Bisnagas com 20, 28, 30, 45 ou 120 g e pote com 500 g. Cada 100 ml de FURACIN* Solução a 0,2% contêm 200 mg de nitrofurazona em veículo de polietilenoglicol. Componentes inativos: Polietilenoglicol 300, polietilenoglicol 1500 e água purificada. Frascos com 30, 45, 120 ou 500 ml.

Indicações

FURACIN* está indicado na terapia complementar de pacientes com queimaduras de 2° e 3° graus, quando existe resistência bacteriana real ou potencial a outros agentes; nos transplantes de pele, onde podem ocorrer rejeição do transplante e infecção do receptor e/ou do doador, particularmente em hospitais com histórico de resistências bacterianas epidêmicas. FURACIN* também encontra indicações no tratamento ou prevenção local de infecções secundárias por bactérias, em ferimentos superficiais da pele, como, por exemplo: picadas de insetos que podem ocasionar a formação de impetigo, piodermites e furúnculos; ou ainda na prevenção de infecções após traumas acidentais e cirúrgicos, como manipulação de cravos e espinhas, retirada de pêlos encravados, unhas encravadas e retirada de corpo estranho da pele, como farpas. FURACIN* tem-se mostrado igualmente eficaz em lesões superficiais de membros inferiores em pacientes idosos.

Contra indicações

FURACIN* está contra-indicado em pacientes com histórico de reações de hipersensibilidade a qualquer dos componentes de sua fórmula.

Posologia

Aplicar FURACIN* diretamente na lesão, ou indiretamente, utilizando uma gaze. Repetir a aplicação 1 (uma) vez por dia, ou a cada 2 (dois) ou 3 (três) dias, de acordo com a prescrição médica.

Reações adversas

Raramente tem-se relatado reações cutâneas em pacientes tratados com o medicamento. Os sintomas surgem como diferentes graus de dermatite de contato e incluem erupções, prurido e edema local. Reações alérgicas ao produto devem ser tratadas sintomaticamente.

Interações medicamentosas

O uso de FURACIN* ocasionalmente permite o supercrescimento de organismos não-sensíveis, inclusive fungos e Pseudomonas. Caso isto ocorra, ou se irritação, hipersensibilidade ou superinfecção se desenvolverem, o tratamento com o produto deverá ser descontinuado e terapia apropriada deverá ser instituída. Tem-se relatado absorção excessiva de polietilenoglicol, resultando em disfunção renal progressiva. Além disso, deve-se ter cautela no tratamento de paciente com função renal comprometida, conhecida ou suspeita, que requeira grande quantidade de medicamento a ser aplicado em extensas áreas do corpo. FURACIN* não deve ser aplicado em áreas adjacentes a extensos leitos vasculares. A nitrofurazona pode produzir tumores mamários, quando administrada por via oral em altas doses a ratas Sprague-Dawley. A relevância deste achado no uso tópico em humanos é desconhecida. Uso durante a gravidez e a lactação: Não existem estudos adequados e controlados em mulheres grávidas tratadas com FURACIN*. Portanto, FURACIN* deve ser usado durante a gravidez somente se o benefício justificar o risco potencial para o feto. Não está estabelecido se a droga é excretada no leite materno. Como várias drogas são excretadas no leite materno, deve-se decidir sobre a interrupção do aleitamento ou da droga, tendo em vista a importância desta última para a mãe.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa