Publicidade

Publicidade

Publicidade

GLYQUIN

Laboratório

ICN Farmacêutica Ltda.

Principio ativo

HIDROQUINONA (Assoc.)

Classe

Proteção da pele e mucosas

Composição

Cada g do produto contém: Hidroquinona 40,0 mg; Ácido glicólico 100,0 mg. Excipientes: Padimato O, oxibenzona, octilmetoxicinamato, poloxamer 407, trietanolamina, propilenoglicol, propilgalato, palmitato de ascorbil, alfatocoferol, metilparabeno, cloreto de benzalcônio, extrato de limão, lauril éter de polioxietileno e monoestearato de gliceril.

Apresentação

Creme: Cartucho contendo 1 frasco de vidro com 28 gramas.

Indicações

GLYQUIN® (hidroquinona + ácido glicólico) é indicado para o clareamento gradual de condições de hiperpigmentação da pele, tais como cloasma, melasma, sarda, lentigem senil e outras áreas com hiperpigmentação de melanina indesejáveis.

Contra indicações

GLYQUIN® (hidroquinona + ácido glicólico) é contra-indicado em casos reconhecidos de sensibilidade ou reações alérgicas ao produto ou a algum de seus componentes. A segurança do uso de hidroquinona tópica durante a gravidez ou em crianças menores de 12 anos não foi estabelecida. Assim, o uso do produto não é recomendado nesses casos.

Posologia

GLYQUIN® (hidroquinona + ácido glicólico) deve ser aplicado na área afetada 2 vezes ao dia ou conforme orientação médica. O uso do produto não é recomendado para pacientes com menos de 12 anos, exceto sob recomendação e supervisão médica. A critério do médico e dependendo das necessidades do paciente, a posologia pode ser modificada.

Reações adversas

Não existem relatos de reações adversas sistêmicas. Ocasionalmente pode ocorrer reação de hipersensibilidade (dermatite de contato localizada). Nesse caso, o uso do medicamento deve ser descontinuado e o médico notificado imediatamente.

Interações medicamentosas

GLYQUIN® (hidroquinona + ácido glicólico) é um agente clareador da pele que pode produzir efeitos cosméticos indesejáveis se não for utilizado conforme indicação. O médico deve estar familiarizado com os componentes da formulação do produto antes da prescrição do medicamento. Deve ser realizado um teste de sensibilidade antes do uso de GLYQUIN® (hidroquinona + ácido glicólico) através da aplicação de uma pequena quantidade em uma região de pele intacta e observação após 24 horas. Uma pequena vermelhidão não é contra-indicação para o uso do produto, mas se ocorrer coceira, formação de vesícula ou resposta inflamatória excessiva o tratamento não é recomendado. É recomendada a supervisão intensiva do paciente. Deve ser evitado o contato com os olhos. Caso não seja observado efeito clareador na pele após 2 meses de tratamento, o uso de GLYQUIN® (hidroquinona + ácido glicólico) deve ser descontinuado. GLYQUIN® (hidroquinona + ácido glicólico) é formulado para o clareamento da pele e não deve ser utilizado para a prevenção de queimaduras de sol. O uso de filtros solares, que estão presentes no produto, é essencial durante o tratamento com hidroquinona porque minimizam a atividade dos melanócitos frente à luz solar. Após o clareamento da pele e durante a terapia de manutenção, a exposição à luz solar deve ser evitada, deve ser feita a aplicação de filtros ou agentes bloqueadores solares e utilizadas roupas protetoras para evitar a repigmentação. Não se sabe se a hidroquinona quando utilizada topicamente é absorvida ou excretada no leite materno. Precaução deve ser tomada quando a hidroquinona estiver sendo utilizada topicamente em mulheres que estejam amamentando. A segurança e a efetividade em pacientes pediátricos menores de 12 anos não foi estabelecida.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa