Publicidade

Publicidade

Publicidade

MENOPUR 75 U.I.

Laboratório

Laboratórios FERRING Ltda

Principio ativo

HORMÔNIO FOLÍCULO-ESTIMULANTE

Classe

Hormônios

Composição

Apresentação

Cartuchos com 1 ou 5 frascos de pó liofilizado contendo 75 UI de FSH altamente purificado + 75 UI de LH altamente purificado e 1 ou 5 ampolas com 1 ml de diluente.

Indicações

Esterilidade em mulheres com insuficiência ovariana hipo ou normogonadotrófica, estimulação do crescimento folicular. Esterilidade em homens com hipogonadismo hipo ou normogonadotrófico, em combinação com a HCG (gonadotrofina coriônica humana) para estimular a espermatogênese.

Contra indicações

MENOPUR® (menotropina altamente purificada) não deve ser utilizado em caso de hipersensibilidade às gonadotrofinas e à lactose, e nos seguintes quadros: Em mulheres: Gravidez; níveis altos de LH e FSH indicando uma insuficiência ovariana primária; malformação de órgãos sexuais incompatíveis com a gravidez; aumento dos ovários ou cistos que não tenham sido causados por síndrome de ovário policístico; sangramento ginecológico com causa desconhecida; tumores no útero, ovários e mamas. Em homens: Câncer de próstata; tumores no testículo. As seguintes condições devem ser apropriadamente tratadas antes do início da terapia com menotropina: disfunções da glândula tireóide e do córtex da glândula supra-renal; aumento do nível sérico de prolactina com diferentes causas (hiperprolactinemia); tumores na glândula pituitária ou no diencéfalo (hipotálamo).

Posologia

Na mulher: A dosagem de MENOPUR® para a indução do crescimento folicular em mulheres normo ou hipogonadotróficas deve ser individualizada e avaliada através de exames ultra-sonográficos dos ovários e dos níveis de estradiol. Se a dosagem de MENOPUR® for muito alta, podem ocorrer crescimentos foliculares uni e bilaterais múltiplos. MENOPUR® é administrado subcutaneamente ou intramuscularmente e, em geral, a terapia é iniciada com uma dosagem diária correspondente a 75-150 UI de menotropina. Se os ovários não respondem, a dosagem pode ser gradativamente aumentada até surgirem evidências de aumento da secreção de estradiol e de crescimento folicular. O tratamento com a mesma dosagem de MENOPUR® é continuado até atingir-se um nível sérico de estradiol pré-ovulatório. Se o nível aumentar muito rapidamente, a dosagem deve ser reduzida. Para induzir a ovulação, 5.000 ou 10.000 UI de HCG (gonadotrofina coriônica humana) são injetados intramuscularmente, 1 a 2 dias após a última administração de MENOPUR®. Observação: Após a administração de uma dose muito alta de MENOPUR®, a administração subseqüente de HCG pode causar uma hiperestimulação involuntária dos ovários. No homem: Inicialmente, 1.000-3.000 UI de HCG (gonadotrofina coriônica humana) são administrados 3 vezes por semana, até atingir-se um nível sérico de testosterona normal. Então, 75-150 UI de MENOPUR® são administrados 3 vezes por semana, por alguns meses.

Reações adversas

As seguintes reações podem ocorrer com a aplicação da menotropina: ascite, hidrotórax, oligúria, hipotensão e fenômenos tromboembólicos. Ocasionalmente, o tratamento com a menotropina é acompanhado por náusea e vômito. Em casos isolados, reações de hipersensibilidade e febre podem ocorrer. A administração de MENOPUR® pode causar reações no local da injeção: vermelhidão, dor, edema e prurido.

Interações medicamentosas

HCG (gonadotrofina coriônica humana) não deve ser administrada para induzir a ovulação em mulheres cujos ovários foram involuntariamente hiperestimulados.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa