Publicidade

Publicidade

Publicidade

FRAXIPARINA TX

Laboratório

Sanofi Synthélabo Ltda.

Principio ativo

NADROPARINA

Classe

Anticoagulantes e trombolíticos

Composição

Cada seringa contém: Nadroparina cálcica 11.400 UI AXa; Veículo 0,6 ml. Nadroparina cálcica 15.200 UI AXa; Veículo 0,8 ml. Nadroparina cálcica 19.000 UI AXa; Veículo 1,0 ml.

Apresentação

FRAXIPARINA TX Seringas pronta para uso: 0,6 ml: Cartuchos com 2 e 10 seringas graduadas, contendo 0,6 ml de solução injetável. 0,8 ml: Cartuchos com 2 e 10 seringas graduadas, contendo 0,8 ml de solução injetável. 1,0 ml: Cartuchos com 2 e 10 seringas graduadas, contendo 1,0 ml de solução injetável.

Indicações

Tratamento da trombose venosa profunda (TVP).

Contra indicações

Hipersensibilidade à nadroparina; antecedentes de trombocitopenia com a nadroparina; sangramento ativo ou risco aumentado de hemorragia ligado a distúrbios da hemostasia, com exceção da coagulação intravascular disseminada não-induzida por heparina; lesão orgânica passível de sangramento (como, por exemplo, úlcera péptica ativa); endocardite bacteriana aguda; acidente vascular cerebral hemorrágico.

Posologia

FRAXIPARINA TX deve ser administrada por via subcutânea. O local usual para injeção subcutânea é a região média ântero-lateral do abdome, alternando-se os lados direito e esquerdo. Fazer uma prega cutânea com o polegar e o indicador e introduzir totalmente a agulha em direção perpendicular à pele. A prega cutânea deve ser mantida até o final da injeção e a retirada da agulha. FRAXIPARINA TX deve ser administrada em dose única diária. A duração usual do tratamento é de 10 dias, e as doses devem ser ajustadas ao peso do paciente, administrando 0,1 ml por cada 10 kg de peso, uma vez ao dia.

Reações adversas

Assim como com outras heparinas, podem ocorrer: manifestações hemorrágicas em vários locais, mais freqüentes naqueles pacientes com outros fatores de risco. Têm sido relatados alguns casos de trombocitopenia, às vezes trombogênica. Raros casos de necrose cutânea, geralmente no local da injeção, têm sido relatados tanto com a heparina comum como com as heparinas de baixo peso molecular. Esses fenômenos são precedidos pelo aparecimento de púrpura ou de placas eritematosas infiltradas e dolorosas, com ou sem sinais gerais. Nestes casos, o tratamento deve ser imediatamente descontinuado.

Interações medicamentosas

Devido à possibilidade de trombocitopenia induzida pelas heparinas, efetuar contagem plaquetária regularmente durante o uso de FRAXIPARINA TX. Foram relatados casos raros de trombocitopenia, ocasionalmente graves, associados ou não a trombose venosa ou arterial. Em tal eventualidade, o tratamento deve ser suspenso. Prudência em caso de insuficiência hepática ou renal, hipertensão arterial severa, antecedentes de úlcera péptica e de qualquer outra lesão orgânica passível de sangramento, ou de doenças vasculares da corrioretina. Pacientes com insuficiência renal grave devem receber doses menores. No caso de pacientes submetidos a punção lombar, anestesia espinhal ou epidural, deve ser observado um intervalo de tempo suficiente entre a injeção do anticoagulante e a introdução ou a remoção do cateter ou agulha da punção lombar.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa