Publicidade

Publicidade

Publicidade

FLORAZIN

Laboratório

Herald's do Brasil

Principio ativo

SACCHAROMYCES BOULARDII

Classe

Composição

Cada cápsula contém 100 mg de Saccharomyces boulardii-17 liofilizado, correspondente a 2 x 108 células de Saccharomyces boulardii-17 e excipientes (sacarose, dióxido de silício coloidal e estearato de magnésio) q.s.p 1 cápsula. Cada envelope com 1 g de pó contendo 200 mg de Saccharomyces boulardii-17 liofilizado, correspondente a 4 x 108 células de Saccharomyces boulardii-17 e excipientes (aroma tutti-frutti, dióxido de silício coloidal e sacarose) q.s.p. 1 envelope.

Apresentação

Cápsulas 100 mg: Embalagem com 12. Pó oral (pediátrico): Embalagem com 4 envelopes de 1 g.

Indicações

Agente antidiarréico, profilático e terapêutico, que atua como adjuvante: no tratamento de diarréias produzidas por Clostridium difficile, por antibioticoterapia ou quimioterapia; e na restauração da flora intestinal fisiológica.

Contra indicações

Hipersensibilidade a algum componente da fórmula.

Posologia

De maneira geral, recomenda-se o seguinte esquema: Cápsulas: Nas diarréias agudas tomar 2 cápsulas, 2 vezes ao dia. Nas diarréias crônicas e na profilaxia das diarréias por antibioticoterapia tomar 1 cápsula, 2 vezes ao dia. As cápsulas devem ser ingeridas inteiras, sem mastigar, com um pouco de líquido. Em caso de necessidade (crianças ou pacientes com dificuldade de engolir), abrir as cápsulas e misturar seu conteúdo com líquidos ou alimentos semi-sólidos. Pó oral: Nas diarréias agudas tomar o conteúdo de 1 envelope, 2 vezes ao dia, misturado a pequena quantidade de líquido ou de alimentos semi-sólidos. Nas diarréias crônicas e na profilaxia das diarréias por antibioticoterapia tomar o conteúdo de 1 envelope ao dia, misturado a pequena quantidade de líquido ou de alimentos semi-sólidos. Não adicionar o produto a líquidos ou alimentos quentes (acima de 60°C) ou gelados, assim como em bebidas alcoólicas. FLORAZIN deve ser administrado, de preferência, em jejum ou meia hora antes das refeições. No caso de pacientes sob tratamento com antibióticos e/ou quimioterápicos, administrar FLORAZIN um pouco antes desses agentes. Após a abertura do envelope ou da cápsula, FLORAZIN deve ser ingerido imediatamente, pois o contato com o ar e a umidade altera o produto. A posologia de FLORAZIN pode ser alterada a critério médico. Na maioria dos casos são suficientes 2 a 3 dias de tratamento. Se a diarréia persistir após 5 dias, deve-se rever o diagnóstico e modificar a terapia.

Reações adversas

Até o momento ainda não foram relatadas com o uso do produto. Em algumas crianças e lactentes, pode-se observar odor de fermento nas fezes, sem qualquer significado nocivo.

Interações medicamentosas

© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa