Publicidade

Publicidade

Publicidade

ELUM

Laboratório

Farmasa

Principio ativo

CLOXAZOLAM

Classe

Sedativos e ansiolíticos

Composição

Cada comprimido contém 1 mg e 2 mg de cloxazolam. Excipientes: Lactose, celulose microcristalina, amidoglicolato de sódio, estearato de magnésio, corante amarelo-laca no 10 (comp. de 1 mg) e corantes amarelo-laca no 5 (tartrazina ) e no 6 (comp. de 2 mg). Este produto contém o corante amarelo de tartrazina (comprimido de 2 mg) que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico.

Apresentação

ELUM 1 mg e 2 mg (cloxazolam): Embalagem com 20 comprimidos.

Indicações

Ansiolítico. Outros usos: Pré-medicação anestésica. Coadjuvante no tratamento de distúrbios psicopáticos: retardo mental, psicose, depressões endógenas e psicogênicas.

Contra indicações

Estados de coma ou graves depressões do sistema nervoso central. Miastenia grave. História pregressa de hipersensibilidade aos benzodiazepínicos. Glaucoma. durante os períodos de gravidez e amamentação.

Posologia

A critério médico. Recomendam-se os seguintes esquemas posológicos: Distúrbios leves e moderados: 1 comprimido de 1 mg, 1 a 3 vezes ao dia. Distúrbios severos: 1 comprimido de 2 mg, 1 a 3 vezes ao dia. O ajuste posológico deve ser individual, mas varia de 3 a 6mg/dia, em doses fracionadas, deixando para a noite a maior dose. A melhora ocorre, de modo geral, após 2 a 6 semanas de tratamento, podendo-se então proceder a redução gradual da posologia, até a retirada completa do medicamento. Em pré-anestesia: 0,1 mg/kg de peso corporal, 1 a 2 horas antes da cirurgia. Caso necessário, administrar dose semelhante na noite anterior à cirurgia.

Reações adversas

Doses elevadas podem ocasionar, no inÍcio do tratamento e quando ingeridas de uma só vez, sedação, tontura e cefaléia. Estas reações podem ser evitadas quando se utilizam doses fracionadas. Quando presentes, estes efeitos adversos podem ser eliminados pela redução da dose empregada. Raramente foram observados hipotensão ortostática, hipotonia muscular, sonolência, fadiga, ataxia, confusão mental, depressão, disartria, tremores, náusea, constipação, aumento da salivação, incontinência ou retenção urinária, alterações da libido, ciclos anovulatórios, eritema, urticária, bradicardia, diplopia, nistagmo, neutropenia e icterícia. Como ocorre com todos os hipnóticos sedativos e tranqüilizantes, durante o tratamento prolongado existe o risco de farmacodependência em pessoas predispostas. Sua interrupção abrupta pode causar sintomas de abstinência. Recomenda-se redução gradual da posologia. Observação: Não se dispõe de segurança para a indicação de ELUM (cloxazolam) em crianças menores de 15 anos.

Interações medicamentosas

Doses elevadas podem alterar as reações do paciente (condução de veículos, operação de máquinas, etc.). Embora experiências em animais não tenham revelado efeitos indesejáveis sobre o feto, não se dispõe de segurança para o seu uso durante os períodos de gravidez e lactação. Deve-se monitorizar pacientes portadores de insuficiências renal e hepática, síndromes cerebrais crônicas ou glaucoma de ângulo fechado. O cloxazolam pode interagir, potencializando as ações inibidoras centrais dos neurolépticos, ansiolíticos, hipnóticos, sedativos, analgésicos, narcóticos e anti-histamínicos. Isto pode ter aplicação terapêutica; particularmente na associação com antidepressivos. não se recomenda o seu uso associado ao álcool.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa