Publicidade

Publicidade

Publicidade

DRAMIN B6

Laboratório

Altana Pharma Ltda.

Principio ativo

DIMENIDRATO

Classe

Antieméticos

Composição

Comprimidos revestidos: Cada comprimido contém: Dimenidrinato 50 mg; Cloridrato de piridoxina 10 mg. Solução injetável: Cada ampola de 1 ml contém: Dimenidrinato 50 mg; Cloridrato de piridoxina 50 mg. Solução oral (gotas pediátricas): Cada ml (20 gotas) contém: Dimenidrinato 25 mg; Cloridrato de piridoxina 5 mg.

Apresentação

Comprimidos revestidos: Embalagem com 20 unidades. Solução injetável: Caixas com 6 e 100 ampolas de 1 ml. Solução oral (gotas pediátricas): Frasco com 20 ml acompanhado de conta-gotas.

Indicações

Nas náuseas e vômitos em geral, inclusive da gravidez. Na profilaxia e tratamento das cinetoses e suas manifestações (enjôos causados por viagens marítimas, terrestres e aéreas). Na profilaxia e no tratamento dos distúrbios vestibulares. Nos distúrbios observados pós-tratamentos radioterápicos intensivos. Na profilaxia e tratamento das náuseas e vômitos pré e pós-operatórios. No tratamento das labirintites e dos estados vertiginosos de origem central.

Contra indicações

Recém-nascidos (até 30 dias de vida) e pacientes com hipersensibilidade conhecida aos componentes da fórmula.

Posologia

Comprimidos revestidos: Adultos: 1 comprimido, em intervalos mínimos de 4 horas. Solução injetável (via intramuscular): Adultos: 1 ml, em intervalos mínimos de 4 horas. Crianças: Recomenda-se administrar 1,25 mg de dimenidrinato/kg de peso, a cada 6 ou 8 horas ou a critério médico, não ultrapassando 75 mg/dia para crianças de até 6 anos, 150 mg/dia para crianças de 6 a 12 anos e 300 mg para crianças maiores. Solução oral (gotas pediátricas): Crianças a partir de 30 dias de vida: 1 gota/kg de peso corporal (equivalente a 1,25 mg de dimenidrinato/kg), a cada 6 ou 8 horas ou a critério médico, não ultrapassando 75 mg/dia para crianças de até 6 anos, 150 mg/dia para crianças de 6 a 12 anos e 300 mg para crianças maiores. Em caso de viagens, usar a medicação (de preferência em comprimidos ou gotas), de maneira preventiva, com pelo menos 1/2 hora de antecedência.

Reações adversas

Os efeitos secundários são em geral leves e incluem sonolência, sedação e até mesmo sono, variando sua incidência e intensidade de paciente a paciente, mas raramente requerendo a suspensão da medicação. Podem ocorrer tonturas, turvação visual, insônia, nervosismo, secura da boca, da garganta, das vias respiratórias e retenção urinária. Pode-se tornar necessário, às vezes, a redução da posologia.

Interações medicamentosas

© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa