Publicidade

Publicidade

Publicidade

ATENOBAL

Laboratório

Laboratórios BALDACCI S.A

Principio ativo

ATENOLOL

Classe

Anti-hipertensivos

Composição

Cada comprimido contém 25, 50 ou 100 mg de atenolol; Excipientes q.s.p.

Apresentação

Caixas contendo 30 comprimidos de 25, 50 ou 100 mg de atenolol, em blíster.

Indicações

Controle da hipertensão arterial, angina pectoris, arritmias cardíacas e tratamento do infarto do miocárdio.

Contra indicações

ATENOBAL não deve ser administrado a crianças, assim como a portadores de: hipersensibilidade à droga, bradicardia, choque cardiogênico, hipotensão, acidose metabólica, distúrbios severos da circulação periférica, bloqueio AV de segundo ou terceiro grau, síndrome do nódulo sinusal, feocromocitoma não-tratado e insuficiência cardíaca não-compensada.

Posologia

Na maioria dos casos, 50-100 mg em dose única diária, alcançando o efeito pleno após uma ou duas semanas. Em portadores de insuficiência renal, o grau de depuração de creatinina servirá de parâmetro para a instituição da posologia, que irá variar entre 25 e 50 mg/dia. Naqueles em que a depuração for menor do que 15 ml/min/1,73 m2 (equivalente à creatinina sérica > 600 mcmol/litro) a dose oral deve ser de 25 mg/dia ou 50 mg, em dias alternados. Pacientes dialisados devem receber 50 mg por via oral, após cada diálise, sob supervisão hospitalar. Em crianças não é recomendado, em vista de não haver experiência pediátrica. Em pacientes idosos os requisitos de dose podem ser reduzidos.

Reações adversas

ATENOBAL é bem tolerado, sendo seus efeitos colaterais devidos à sua ação farmacológica e podem ser representados por: bradicardia, hipotensão postural, bloqueio cardíaco em pacientes suscetíveis, aumento da claudicação intermitente, fenômeno de Raynaud, confusão, tontura, cefaléia, pesadelos, boca seca, alopecia, olhos secos, parestesia, fadiga.

Interações medicamentosas

© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa