Publicidade

Publicidade

Publicidade

CEDUR RETARD

Laboratório

Prod. Roche Químicos e Farmacêuticos S.A

Principio ativo

BEZAFIBRATO

Classe

Anti-dislipidêmicos

Composição

Cada comprimido de desintegração lenta contém 400 mg de bezafibrato.

Apresentação

Caixas com 20 e 30 comprimidos de desintegração lenta.

Indicações

Cedur® Retard (Bezafibrato) está indicado para todas as formas de hiperlipidemias passíveis de serem tratadas por via medicamentosa (tipos IIa, IIb, III, IV e V, segundo Fredrickson) e que não responderam a uma dieta adequada isoladamente, e no tratamento de hiperlipidemias secundárias, que persistem apesar do tratamento da doença principal.

Contra indicações

Hipersensibilidade ao bezafibrato; insuficiência renal; gravidez e lactação; doenças hepáticas (com exceção de infiltração gordurosa no fígado, que é freqüentemente um estado patológico concomitante à hipertrigliceridemia); afecções da vesícula biliar, com ou sem colelitíase (a possibilidade de comprometimento hepático não pode ser excluída).

Posologia

Um comprimido por dia, durante ou após as refeições, de manhã ou à noite. Os comprimidos devem ser ingeridos inteiros, sem mastigar, com um pouco de líquido.

Reações adversas

Durante o tratamento com Cedur® Retard (Bezafibrato) podem surgir: perda de apetite, plenitude gástrica e náuseas. Estes efeitos geralmente são transitórios e não requerem a suspensão do tratamento. Cefaléia, tontura, urticária, prurido, dores musculares (tipo miosite), em casos extremos rabdomiólise, debilidade, enfraquecimento na musculatura das extremidades com ou sem elevação simultânea da CPK também foram observados; em casos raros, foram observados distúrbios da potência, alopecia e aumento das transaminases. Em pacientes portadores de insuficiência renal, pode ocorrer um aumento dos níveis de creatinina, porém sem sinais clínicos. Se as recomendações posológicas não forem cumpridas, poderá haver desenvolvimento de miotoxicidade.

Interações medicamentosas

Cedur® Retard (Bezafibrato) potencializa a ação dos anticoagulantes do tipo cumarínico; em caso de terapia concomitante deve-se reduzir a dosagem do anticoagulante em cerca de 30%-50% da dose ao se iniciar a terapia e ajustá-la através de controle do tempo de protrombina. Também poderá potencializar os efeitos das sulfoniluréias e da insulina, embora até o presente momento não tenham sido relatados casos de hipoglicemia. Quando houver administração concomitante de colestiramina, um intervalo de duas horas deve ser observado entre a utilização dos dois medicamentos. Maleato de perexilina ou inibidores da MAO não devem ser administrados concomitantemente. A prescrição de Cedur® Retard (Bezafibrato) a pacientes hiperlipêmicas recebendo estrógenos ou contraceptivos contendo estrógenos deve ser feita analisando-se cada caso isoladamente.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa