Publicidade

Publicidade

Publicidade

CARDILOL

Laboratório

Libbs Farmacêutica Ltda.

Principio ativo

CARVEDILOL

Classe

Beta-bloqueadores

Composição

Cada comprimido de CARDILOL 3,125 mg contém: Carvedilol 3,125 mg. Excipientes: Celulose microcristalina, lactose, estearato de magnésio, óxido de ferro vermelho, fosfato de cálcio, laurilsulfato de sódio, talco, polividona, q.s.p. 1 comprimido. Cada comprimido de CARDILOL 6,25 mg contém: Carvedilol 6,25 mg. Excipientes: Celulose microcristalina, lactose, estearato de magnésio, óxido de ferro amarelo e vermelho, fosfato de cálcio, laurilsulfato de sódio, talco, polividona, q.s.p. 1 comprimido. Cada comprimido de CARDILOL 12,5 mg contém: Cardilol 12,5 mg. Excipientes: Celulose microcristalina, lactose, corante azul de indigotina, estearato de magnésio, fosfato de cálcio, laurilsulfato de sódio, talco e polividona, q.s.p. 1 comprimido. Cada comprimido de CARDILOL 25 mg contém: Carvedilol 25,0 mg. Excipiente: Celulose microcristalina, lactose, estearato de magnésio, fosfato de cácio, laurilsulfato de sódio, talco e polividona, q.s.p. 1 comprimido.

Apresentação

Cartucho contendo 1 blister com 15 comprimidos de 3,125 mg. Cartucho contendo 1 blister com 15 comprimidos de 6,25 mg. Cartucho contendo 1 blister com15 comprimidos de 12,5 mg. Cartucho contendo1 ou 2 blisters com15 comprimidos de 25 mg.

Indicações

Como anti-hipertensivo e antianginoso. Como coadjuvante no tratamento da insuficiência cardíaca leve ou moderada (classe II ou III NYHA) de origem isquêmica ou miocárdica, associado a digitálicos, diuréticos ou a inibidores da enzima conversora da angiotensina ECA, retardando a evolução do agravamento da insuficiência cardíaca.

Contra indicações

Bloqueio A-V de 2º e 3º graus, bradicardia, insuficiência hepática, insuficiência cardíaca descompensada classe IV (NYHA). Na asma brônquica ou em condições broncoespásticas, na sídrome da doença sinusal (a menos que o paciente tenha marcapasso colocado) e no choque cardiogênico, usar com cautela e na menor dose possível.

Posologia

O medicamento deve ser administrado com alimentos, reduzindo a incidência de efeitos ortostáticos. Recomenda-se iniciar o tratamento com 6,25 mg/dia, ou seja, 1 comprimido de CARDILOL 3,125 mg a cada 12 horas, durante 2 semanas. A dosagem de CARDILOL poderá ser ajustada depois de 2 semanas, de acordo com a resposta clínica do paciente, para 12,50 mg ao dia, ou, se necessário, 25 mg ao dia, em doses divididas. Se necessário, ajustar a dose depois de mais duas semanas até o máximo de 50 mg ao dia, ou seja, 1 comprimido de CARDILOL 25 mg a cada 12 horas. Dose máxima recomendada: 50,0 mg/dia em pacientes com peso corporal menor que 85 kg.

Reações adversas

Hipotensão ortostática, bradicardia, vertigem, dor de cabeça, fadiga, distúrbios gastrintestinais, redução da circulação periférica, olhos secos, angina, bloqueio A-V, claudicação intermitente, reações cutâneas, edema periférico, alergia, hipovolemia, sonolência, visão anormal, artralgias, aumento de peso. Pode ocorrer mais raramente aumento das transaminases, hiperuricemia, hiponatremia, hipoglicemia, aumento da fosfatase alcalina e púrpura.

Interações medicamentosas

© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa