Princípios e Práticas em Psicofarmacoterapia - 1ª. Ed. - Capítulo 05 - Tratamento com Antipsicóticos

História Como em outras áreas da ciência clínica, tanto o acaso quanto a investigação científica cuidadosa contribuíram para nosso conhecimento a respeito dos antipsicóticos, incluindo sua: • Descoberta. • Mecanismos de ação em potencial. • Gama de complicações. A eficácia da clorpromazina (CPZ) ficou conhecida, em parte, acidentalmente, quando ela foi inicialmente sintetizada como um anti-histamínico e escolhida para a investigação em seres humanos devido a sua capacidade sedativa relativamente moderada. Entretanto, o conceito de antipsicótico tem mudado através do tempo. As propriedades sedativas da CPZ levaram o anestesiologista francês, cirurgião Henri Leborit, a usar a CPZ em coquetéis para reduzir a resposta autonômica ao estresse cirúrgico.1 Ele também recomendou seu uso para uma ampla variedade de transtornos, encorajando John Delay e Pierre Deniker (1952) a administrar CPZ a pacientes esquizofrênicos; o resto é história.2,3 Muito embora a CPZ não tenha ....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa