Ginecologia Infanto-Juvenil - 1ª. Ed. - Capítulo 30 - Coalescência de Pequenos Lábios

Lusinete Lima Soares Barbosa. Anthony D'Aurea Gouveia Abranches. Maria de Lourdes Caltabiano Magalhães. . Introdução. . A coalescência de pequenos lábios se caracteriza pela aderência entre as ninfas, deixando transparecer uma tênue membrana translúcida na linha mediana, com o conseqüente desaparecimento da fenda vulvar, por vezes existindo apenas um orifício abaixo do clitóris por onde passam a urina e o sangue menstrual. Existem outras denominações para a alteração citada: aderência dos lábios, aglutinação ou conglutinação dos pequenos lábios, sinéquia vulvar.. . Segundo Campbell, 1,2 essa alteração poderá ser congênita ou adquirida. Se congênita, haveria uma fusão medial das pregas labioescrotais entre o terceiro e o quarto meses de vida embrionária.. . Na variedade adquirida, Vakar3 aventa a possibilidade de algum processo....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa