Sexologia e Ginecologia - 1ª. Ed. - Capítulo 15 - Contracepção: As Causas do Fracasso

Mônica Maia. Gerson Lopes. . Por que um contingente tão grande de mulheres em idade fértil, com vida sexual ativa e sem vontade de engravidar, não pratica a anticoncepção, ou a pratica de forma inadequada e ineficaz? Tentando compreender essa situação, reportemo-nos às frases recorrentes no trabalho de anticoncepção ou educação sexual para adolescentes.. . A frase que aparece com mais freqüência é: "Sexo não se planeja, acontece." Ou, frente a uma gravidez confirmada, a declaração mais comum da(o) adolescente é "aconteceu". Acreditamos que as origem dessas posturas está na construção da sexualidade feminina e masculina da nossa cultura. Tal construção usa como subsídio subjetivo mais comum o registro do feminino passivo e receptor, em contraposição ao masculino ativo e indomável. A mulher, então, não tem o aval social para se engajar em uma relação sexual no nível do desejar, buscar, estimular ou planejar. Seu papel é de depositária do desejo do masculino, ela não é sujeito enquanto ser desejante, mas sim enquanto ser desejável, e, por isso mesmo, não planeja a relação sexual, deixa acontecer.....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa