PEDIATRIA AMBULATORIAL 2a Edição - Capítulo 78 Diabetes Melito: Diagnóstico e Tratamento

Fonseca - 78  . Ana Carla Lins Neves Gueiros. Thereza Selma Soares Lins. Ana Hermínia de Azevedo Ferreira. INTRODUÇÃO. Diabetes melito (DM) pode ser definido como síndrome metabólica caracterizada por hiperglicemia em jejum e pós--prandial resultante de uma ação e/ou secreção insulínica deficiente. Trata-se do distúrbio endocrinometabólico mais comum na infância e na adolescência.. A hiperglicemia apresenta-se por meio de sintomas como poliúria, polidipsia, polifagia e perda de peso; quando o diagnóstico não é estabelecido nessa fase inicial, há progressão da desidratação, podendo evoluir para cetoacidose diabética ou para síndrome hiperosmolar não cetótica. Deficiência de crescimento e suscetibilidade a infecções podem acompanhar estados hiperglicêmicos crônicos. As complicações metabólicas surgem a longo prazo, ocorrendo dano, disfunção e falência em vários órgãos, principalmente olhos, rins, nervos, coração e vasos sanguíneos. O melhor controle da glicemia retarda o aparecimento dessas complicações.. CLASSIFICAÇÃO. A classificação atual do DM foi revista em 1997 e leva em consideração a etiologia do processo, e não o tratamento (Quadro 78.1). As formas mais frequentes são o diabetes....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa