PEDIATRIA AMBULATORIAL 2a Edição - Capítulo 49 Hepatites Virais em Pediatria

Fonseca - 49 Hepatites Virais em Pediatria. Lígia Patrícia de Carvalho Batista Éboli. Rafaela Rodrigues Pitanga de Macêdo. INTRODUÇÃO. Doenças causadas por diferentes agentes etiológicos e de distribuição universal, as hepatites virais apresentam semelhanças do ponto de vista clínico-laboratorial, mas importantes diferenças epidemiológicas e quanto à evolução.. Os vírus que causam as hepatites determinam uma ampla variedade de apresentações clínicas, de portador assintomático ou com hepatite aguda ou crônica, até cirrose e carcinoma hepatocelular.. Para a vigilância epidemiológica, as hepatites podem ser agrupadas, de acordo com a maneira preferencial de transmissão, em fecal-oral (vírus A e E) e parenteral (vírus B, C e D), mas são pelo menos sete os tipos de vírus caracterizados até o momento: A, B, C, D, E, G e TT, que têm em comum o hepatotropismo.. Os vírus A, B e C são responsáveis pela maior parte das formas agudas de infecção. No entanto, apesar do uso crescente de técnicas laboratoriais cada vez mais sensíveis, cerca de 5% a 20% das hepatites agudas permanecem sem definição etiológica. Nas hepatites fulminantes, essa porcentagem....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa