PEDIATRIA AMBULATORIAL 2a Edição - Capítulo 46 Doenças Exantemáticas em Pediatria

Fonseca - 46  . Nara Vasconcelos Cavalcanti. Maria Angela Wanderley Rocha. Fernando Antônio Ribeiro de Gusmão Filho. Jailson de Barros Correia. INTRODUÇÃO. Define-se como exantemática a doença com patogênese sis-têmica, de origem infecciosa e que cursa com exantema (também denominado rash). Neste capítulo discorreremos brevemente sobre os vários tipos de exantemas e apresentaremos algumas das principais doenças exantemáticas da infância.. O exantema mais frequente em pediatria, o maculopapular, é formado pela coexistência de máculas e pápulas e é encontrado, por exemplo, no sarampo, na rubéola, na escarlatina e no eritema infeccioso. Pode ser descrito como fino, quando as pápulas são pequenas, avermelhadas, pouco coalescentes, ou grosseiro ou morbiliforme, quando máculas e pápulas são avermelhadas, de tamanhos variáveis e coalescentes, deixando áreas de pele sã de permeio.. O exantema vesicobolhoso, formado por vesículas, às vezes bolhas e pústulas, é encontrado nas infecções por vírus do herpes simples e varicela-zóster, na síndrome da pele escaldada estafilocócica e em certas enteroviroses.. O exantema....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa