Compêndio de Neurologia Infantil – 2a edição - Capítulo 27 - Distúrbios do Sono

FONSECA - 27 Christovão de Castro Xavier . Susana Satuf Rezende Lelis. André Vinícius Soares Barbosa . O sono Fisiológico. Desde o século VI a.C., Alcmenon (in Kleitman), de Croton, escreveu as primeiras teorias relacionando o sono com processos funcionais orgânicos. Aristóteles (in Kleitman) afirmou que o sono era uma necessidade do organismo e relatou sua maior duração na infância.. Um grande impulso no estudo do sono aconteceu após a descoberta da eletroencefalografia por Berger, em 1924, quando iniciaram as descrições dos ritmos alfa, beta, delta e da eletrofisiologia do sono.. Somente no início da década de 1950 os conhecimentos sobre a fisiologia do sono avançaram. Em 1953, Aserinsky e Kleitman, utilizando os primeiros métodos fisiológicos, descreveram os dois estados fisiológicos do sono: sono REM (rapid eye moviment) e sono não REM (N-REM). . Observou-se, ainda, que 74% dos indivíduos acordados durante o sono REM conseguiram descrever os sonhos detalhadamente, enquanto apenas 18% dos indivíduos que acordavam do sono N-REM se recordavam de seus sonhos.. Após....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa