Compêndio de Neurologia Infantil – 2a edição - Capítulo 08 - Medicina Nuclear em Neurologia Infantil

FONSECA - 08 - PAG 129 Álvaro Luiz Barroso . Eduardo Lanza Padrão . Leonardo Lamego Rezende. Mauro Lima Faria. Rodrigo Salim de Assis. INTRODUÇÃO. A medicina nuclear é uma especialidade médica que utiliza as propriedades nucleares de átomos radioativos para avaliações diagnósticas de condições anatômicas e fisiológicas do organismo, bem como para a realização de terapias com fontes radioativas não seladas (Board of Trustees of the Society of Nuclear Medicine).8 A maior importância da medicina nuclear reside em sua habilidade de estudar diferentes funções do organismo e realizar terapias de forma não invasiva.. A medicina nuclear se utiliza de diferentes traçadores ou fármacos que, por suas características físico-químicas, têm propriedades particulares, tornando-se específicos para um certo tipo de órgão, tecido ou função. Esses traçadores são marcados com elementos radioativos (radionuclídeos), que emitem fótons de radiação gama (γ), provenientes do núcleo dos átomos, daí a denominação de medicina nuclear para a especialidade. A radiação γ, detectada pelo aparelho denominado gamacâmara,....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa