Compêndio de Neurologia Infantil – 2a edição - Capítulo 87 - Quimioterapia

FONSECA - 87 Sidnei Epelman. Considerações terapêuticas. A terapêutica adjuvante dos tumores cerebrais deve começar imediatamente após a cirurgia e/ou radioterapia, quando o número de células é relativamente menor e a fração de crescimento, maior.. A cinética da célula é importante na formulação do protocolo terapêutico, tendo em vista que o tamanho da fração de crescimento de um tumor está inversamente relacionado à massa. Consequentemente, os agentes quimioterápicos que são ciclo-independentes têm a capacidade de destruir células em repouso e em proliferação, aumentando a possibilidade de que as células em repouso voltem ao ciclo celular, onde poderão ser expostas aos agentes quimioterápicos ciclo-dependentes. Estes últimos são mais efetivos quando usados de maneira adjuvante para tratar a doença residual microscópica ou micrometástases, em virtude da alta fração de crescimento associada com a pequena massa celular.. A resistência aos agentes quimioterápicos pode ser induzida quando as células são expostas a baixas concentrações do medicamento por longo período, ou quando a dose é gradualmente aumentada; parece que a forma mais efetiva é a utilização....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa