Compêndio de Neurologia Infantil – 2a edição - Capítulo 41 - Coma Infantil

FONSECA - 41 Eisler Cristiane Carvalho Viegas. Luiz Fernando Fonseca. Thelma Ribeiro Noce . Antônio Pereira Gomes Neto. Introdução. No paciente em coma, o bom prognóstico depende principalmente da definição da etiologia, assim como do tratamento eficaz, que procura preservar a função neurológica e maximizar o potencial para a cura, revertendo a causa primária do dano cerebral e prevenindo danos cerebrais secundários a anóxia, isquemia, hipoglicemia, edema cerebral, convulsões, infecção e distúrbios eletrolíticos.. CONCEITOS BÁSICOS. Do ponto de vista neurológico, a consciência apresenta-se como a capacidade de percepção do meio externo e de si próprio. Tradicionalmente, consciência tem dois componentes: um lado vigil e desperto, mantido pela formação reticular ativadora e estruturas subcorticais do cérebro; e outro lado, pela cognição, compreendendo a capacidade de atenção, percepção, memória, linguagem, praxia e intelecto, que dependem do córtex cerebral. Desse modo, o comportamento consciente depende da interação dos sistemas de despertar e alerta do tronco cerebral normal e da....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa