Compêndio de Neurologia Infantil – 2a edição - Capítulo 37 - Estado de Mal Epiléptico

FONSECA - 37 Seção VIII. Emergências em Neuropediatria. Luiz Fernando Fonseca. Karina Soares Loutfi. Carla Regina de Carvalho Leite. Introdução. O estado de mal epiléptico (EME) representa uma emergência médica, portanto os serviços de urgência e unidades de tratamento intensivo (UTI) devem estar aptos a seu pronto reconhecimento e tratamento, visando ao imediato controle das crises convulsivas.. Apesar dos avanços ocorridos nas UTI e da melhoria no manejo do paciente em EME, a mortalidade permanece elevada, tendo havido um declínio de 11%, em 1960, para 5%, em estudo publicado em 1999.1. Definição. O EME é classicamente definido como a ocorrência de duas ou mais crises epilépticas sem que haja a completa recuperação da consciência entre os episódios críticos ou crise epiléptica que se prolongue por mais de 30 minutos.2 Essa definição baseia-se no fato de que as crises que ultrapassam 30 minutos podem levar à lesão neuronal, o que já foi demonstrado em modelos animais.3-5 Por outro lado, apesar de vários estudos demonstrarem a associação....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa