Compêndio de Neurologia Infantil – 2a edição - Capítulo 19 - Espasmos Infantis

FONSECA - 19 Luiz Fernando Fonseca. Andrea Lara Oliveira Lima. Luísa Lucena Barbosa . Viviane Evilyn dos Santos de Mendonça. DEFINIÇÃO. De acordo com a classificação de epilepsias e síndromes epilépticas da Liga Internacional contra a Epilepsia,36 espasmos infantis (EI) são convulsões típicas da infância, que se iniciam geralmente entre os 3 e os 7 meses de vida, caracterizadas por contrações bruscas e simultâneas de um ou vários grupos musculares, podendo ser bilaterais ou unilaterais, simétricas ou não, rápidas, com duração de 1 a 10 segundos, predominantemente em salvas de 5 a 30 espasmos repetidos com um breve intervalo entre eles. Quando os EI começam mais tarde, aos 8 ou 9 meses de idade, o prognóstico é melhor e o tratamento precoce muitas vezes tem resultado. Às vezes, o lactente normal inicia abruptamente episódios de EI, apresentando EEG alterado e imagem, p. ex., ressonância nuclear magnética do encéfalo normal (EI idiopático). . Os EI podem ser precedidos ou seguidos por um choro e ocorrem a qualquer hora do dia, existindo um certo predomínio nos períodos de sonolência, principalmente ao despertar. As contrações....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa