Compêndio de Neurologia Infantil – 2a edição - Capítulo 02 - Exame Neurológico no Primeiro Ano de Vida

FONSECA - 02 Christovão de Castro Xavier . Valéria Loureiro Rocha. Eisler Cristiane Carvalho Viegas. A avaliação neurológica do lactente exige do examinador um plano individualizado para sua execução, uma vez que rotineiramente não é possível seguir um ritmo cronológico idealizado em virtude da falta de cooperação da criança. Para obtenção de um exame satisfatório é aconselhável que o ambiente esteja em temperatura amena e o bebê acordado e sem choro, em torno de 1 hora e meia após a mamada. Em situação de consulta, nem sempre isso é possível. No entanto, é possível obter melhores condições examinando, primeiramente, a cabeça e o que for possível, sem despir a criança. Ao despi-la, devem ser efetuadas todas as manobras possíveis de investigação, primeiramente com o bebê em decúbito dorsal, depois puxando-o para sentar-se; em seguida, erguendo-o ereto com apoio plantar no plano de exame; segue-se efetuando a manobra da suspensão ventral e, por fim, examinando-o em decúbito ventral.17. Inicialmente, o examinador deve verificar atentamente se a criança apresenta desenvolvimento normal ou não. Se anormal, é importante determinar se a alteração ocorreu....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa