Infecção Relacionada à Assistência (Infecção Hospitalar) e Outras Complicações Não Infecciosas - Capítulo 1 - Eficácia dos Programas de Controle de Infecções Relacionadas à Assistência 1

COUTO-GRILLO - 01 - PAG 10 SEÇÃO I. PROCEDIMENTO ORGANIZACIONAL. Tânia Moreira Grillo Pedrosa. Renato Camargos Couto. 1 – INTRODUÇÃO. Infecção relacionada à assistência (IRA) é toda infecção adquirida durante a internação hospitalar e, geralmente, provocada pela própria flora bacteriana humana, que se desequilibra com os mecanismos de defesa anti-infecciosos em decorrência da doença, dos procedimentos invasivos (soros, cateteres e cirurgias) e do contato com a flora hospitalar. Estudos realizados nos EUA pelo Centro para Controle de Doenças (CDC) de Atlanta mostram que a IRA prolonga a permanência de um paciente no hospital em, pelo menos, 4 dias, ao custo adicional de US$1.800,00. Para reduzir o problema, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a adoção de políticas nacionais de prevenção e controle de IRA, estimulando a constituição de comissões de controle de infecção em todos os hospitais.. Embora o problema seja antigo, foi somente a partir dos anos 1970 que as instituições hospitalares começaram a fazer estudos mais aprofundados....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa