Anestesiologia Materno-Infantil - Capítulo 34 - Dor pós-operatória em obstetrícia

IMIP-Anestesia - cap-34 Tânia Cursino de Menezes Couceiro. Gualter Lisboa Ramalho. IMPORTÂNCIA DA DOR NA PACIENTE OBSTÉTRICA. A dor pós-operatória é um evento comum, previsível e ocorre naturalmente como uma forma de alerta. Apesar dos avanços farmacológicos e técnicos envolvendo o tratamento da dor, o alívio da dor é inadequado na maioria das pacientes obstétricas.. Além do aspecto desagradável e das repercussões fisiológicas decorrentes do sintoma doloroso, há retardo na deambulação e pode levar a dificuldades no cuidado com o recém-nascido. Quando a analgesia é adequada, sabe-se que esse conforto propicia um início de aleitamento mais precoce e melhora a produção do leite materno.. Estudos elaborados pela Joint Commission on Acreditation of Helth Care Organization preconizam como adequado alívio da dor quando baseado na escala numérica (0 a 10), os níveis de dor não ultrapassam três, tanto em repouso como em movimento.. PECULIARIDADES. No manuseio da dor pós-operatória da paciente obstétrica, o anestesiologista deve estar atento para algumas diferenças apresentadas por esse grupo de pacientes em relação à população cirúrgica em geral.. Entre....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa