Anestesiologia Materno-Infantil - Capítulo 25 - Tratamento da hipertermia maligna

IMIP-Anestesia - cap-25 Maria Célia F. da Costa. Hipertermia maligna (HM) deve ser aventada na presença de hipercarbia, taquicardia/taquipneia, rigidez muscular em tronco ou membros, arritmias cardíacas, acidose, instabilidade hemodinâmica (ou elevação da pressão arterial), cianose, má perfusão periférica, mioglobinúria.. FASE AGUDA: TRATAMENTO. • Chamar ajuda.. • Interromper imediatamente a inalação de anestésicos voláteis e/ou succinilcolina.. • Hiperventilar com oxigênio puro com um fluxo de pelo menos 10 L/min.. • Interromper o procedimento se eletivo. Se urgência, usar drogas não precipitantes de HM.. • Administrar dantrolene sódico venoso em dose de 2 mg/kg até o controle dos sinais de HM. A dose total de dantrolene é de 10 mg/kg, embora, em algumas situações doses maiores sejam necessárias.. – Diluição do dantrolene: cada frasco ampola com 20 mg....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa