Anestesiologia Materno-Infantil - Capítulo 06 - Anestesia inalatória

IMIP-Anestesia - cap-06 Miriam Nóbrega Rodrigues Pereira. INTRODUÇÃO. A anestesia inalatória tem sido o suporte principal da anestesia pediátrica desde a administração da primeira anestesia geral para uma criança em meados do século XIX. A introdução do éter foi o primeiro grande passo na história da anestesia.. Crawford Long usou éter para amputação de um dedo do pé de uma criança de 7 anos de idade (Long, 1849), porém, só após a demonstração pública da anestesia com éter no Massachusetts General Hospital, que ele foi aceito para uso durante a cirurgia (Morton, 1847). A introdução do óxido nitroso em 1870 e do cloreto de etila após 1900 representou avanço importante. O controle da via aérea pela intubação traqueal só foi consagrado para crianças em 1937 por Philip Ayre. A introdução do halotano foi um marco importante na anestesia inalatória pelas suas características de ser um potente anestésico, não inflamável e não irritante das vias aéreas. Após a introdução na Inglaterra por Johnstone (1956), o halotano passou a ser usado no Canadá (1957) e logo a seguir nos EUA (1958), desaparecendo....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa