ALCOOLOGIA – O Alcoolismo na Perspectiva da Saúde Pública - Capítulo 5 - Metabolismo e Fisiopatogenia

05 álcool ou etanol (álcool etílico) é uma substância volátil, de cheiro e gosto característicos, amargo, que passou a fazer parte do nosso dia-a-dia desde os primórdios da civilização, como bebida integrante dos hábitos alimentares ou como parte de situações gregárias ou pessoais (busca do relaxamento ou do prazer); como substância psicoativa foi uma das primeiras drogas a serem usadas pelo homem e a serem instituídas como produto de referência.. Por ser uma molécula simples (CH3 – CH2 – OH), o álcool é altamente solúvel na água e na gordura, o que favorece sua rápida e fácil difusão no organismo após sua ingestão (difusão passiva), alcançando, através da corrente sangüínea, todos os órgãos, principalmente o fígado e o cérebro, nos quais, sua ação, devido às características biológicas, se faz mais significativa.. A absorção intestinal se dá ao nível da mucosa do estômago e jejuno no período médio de 10 a 20 minutos, variando quando a pessoa está em jejum (absorção mais rápida) ou alimentada (mais lenta). As bebidas destiladas, com teor alcoólico maior (40% a 50% de álcool), permitem uma alcoolemia maior (concentração de álcool puro no sangue) e no menor espaço de tempo..

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa