Insuficiência Cardíaca - Capítulo 16 - Cor Pulmonale Apêndice

PEREIRA 16 INTRODUÇÃO. A expressão cor pulmonale ainda é muito popular na literatura médica, mas sua definição varia e não há, atualmente, um consenso. Há cerca de 40 anos, um comitê de especialistas da Organização Mundial de Saúde definiu-a como “hipertrofia do ventrículo direito resultante de doenças que afetam a função e/ou a estrutura dos pulmões”. Essa definição patológica é, na verdade, de valor limitado na prática clínica. Tem sido proposta a substituição do termo “hipertrofia” pela expressão “alteração da estrutura e função do ventrículo direito”. Também, a presença de edema em pacientes com insuficiência respiratória sugere a existência de cor pulmonale. Finalmente, como hipertensão arterial pulmonar é a condição sine qua non de cor pulmonale, acredita-se que a melhor definição seja: hipertensão arterial pulmonar (HAP), resultante de doenças que afetam a estrutura e/ou a função dos pulmões, acarretando alterações do ventrículo direito (hipertrofia e/ou dilatação) que, com o tempo, levam à insuficiência cardíaca (IC) direita. Nesse grupo não se incluem disfunção cardíaca....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa