Insuficiência Cardíaca - Capítulo 15 - Pericardiopatias e Insuficiência Cardíaca

PEREIRA 15 INTRODUÇÃO. As doenças pericárdicas podem se apresentar com quadro clínico de insuficiência cardíaca (IC) aguda ou crônica.. Na pericardite aguda, o sintoma mais importante é a dor torácica com características pleuropericárdicas, isso é, exacerba-se com a inspiração profunda, tosse ou espirro. Faz-se necessário comprometimento inflamatório do pericárdio parietal para o aparecimento de sintomatologia álgica, uma vez que o pericárdio visceral é destituído de fibras nervosas dolorosas. Indivíduos com pericardite aguda podem acumular grande quantidade de líquido no espaço pericárdico, a ponto de levar a comprometimento hemodinâmico, cursando com dispneia, hipotensão, taquicardia e IC.. A pericardite crônica pode levar à restrição do enchimento ventricular devido ao espessamento e/ou à calcificação do pericárdio pelo processo inflamatório que, em fases avançadas, envolve todo o pericárdio. A IC desenvolve-se lentamente e, além da dispneia aos esforços, caracteriza-se por acentuada congestão venosa periférica, com turgência jugular, ascite, hepatomegalia e edema de membros inferiores. A presença de ascite volumosa, desproporcional ao edema de membros inferiores, auxilia o médico....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa