EMERGÊNCIAS MÉDICAS - Capítulo 85 - Orquite, Epididimite, Torção de Testículo, Priapismo e Fratura de Pênis SEÇÃO XV - Emergências em Oftalmologia e Otorrinolaringologia

Untitled Document DANIEL XAVIER LIMA. EPIDIDIMITE E ORQUITE Epididimite e orquite são processos inflamatórios dos epidídimos e dos testículos, respectivamente, com ou sem infecção. Normalmente, a orquite ocorre como disseminação da inflamação pelo testículo adjacente. Os casos de orquite isolada são raros, usualmente associados com viroses, como a caxumba, em crianças. A orquite ocorre cerca de quatro a sete dias após a parotidite e pode ser confirmada pelo aumento dos níveis séricos de IgM. Cerca de 30 % dos casos são bilaterais1. Embora raramente, a orquite pode ocorrer sem as manifestações de parotidite. A epididimite é a inflamação intraescrotal mais comum. Acreditava-se que o refluxo de urina estéril desempenharia um papel importante em sua gênese, agindo como agente químico irritante aos epidídimos. Entretanto, já se sabe que a infecção por via ascendente é a responsável pela maioria dos casos, havendo variação no tipo de bactéria de acordo com a faixa etária2. Entre os 14 anos e 35 anos, há predomínio de infecções por via sexual pela Neisseria gonorrhoeae e pela Chlamydia trachomatis3.....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa