EMERGÊNCIAS MÉDICAS - Capítulo 57 - Síndromes Febris Hemorrágicas Agudas

Untitled Document Frederico. Introdução As síndromes febris hemorrágicas agudas (SFHA) são definidas como grupo de doenças que se manifestam com febre, geralmente de início agudo, com duração de até três semanas associada à pelo menos uma manifestação hemorrágica espontâneas (mucosa, cutânea, intestinal, pulmonar, neurológica e/ou outras) ou induzidas (prova do laço positiva)1. São causadas por variedade de microorganismos que provocam doenças com repercussões multissistêmicas graves com alta letalidade2,3. As manifestações hemorrágicas são conseqüência, em geral, de dano ao endotélio vascular associado à disfunção do sistema de coagulação. As hemorragias ocorrem com freqüência variável na dependência da doença e da sua gravidade2. As febres hemorrágicas virais são produzidas por quatro famílias de vírus3, e as febres hemorrágicas não-virais mais comuns no Brasil são associadas com a leptospirose, febre maculosa, malária e doença meningocócica1. Todas as SFHA discutidas neste capítulo são de notificação compulsória2. As SFHA são de difícil diagnóstico e com manifestações clínicas....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa