EMERGÊNCIAS MÉDICAS - Capítulo 51 - Uso Racional de Antimicrobianos e Controle de Infecções

Untitled Document José Carlos Serufo Renato Camargo Couto Simone Gonçalves Santos Nelson Jacintho .  (TIT1) INTRODUÇÃO Entende-se neste conteúdo os princípios científicos e epidemiológicos associados à análise estatística direcionados à prevenção ou redução das taxas de infecções hospitalares. Há especialistas que preferem usar a expressão " epidemiologia hospitalar e prevenção de infecção" para definir essa disciplina. De fato, o controle de infecção é um componente da epidemiologia hospitalar. Independente do nome que se dá, o “controle de infecções” deveria constituir-se em disciplina obrigatória nos curriculos dos cursos da área de saúde, em especial, de medicina, enfermagem, bioquímica e fisioterapia. Sabe-se que programas efetivos de controle de infecção reduzem as taxas de infecções hospitalares, evitam mortes e sequelas e, certamente, são rentáveis. Passados quase duzentos anos dos apontamentos de Semmelweis, que deram início a uma nova era no controle das infecções nosocomiais, muito há a fazer, face ao ainda desmedido, desordenado e por vezes,....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa