EMERGÊNCIAS MÉDICAS - Capítulo 40 - Tireotoxicose e Coma Mixedematoso

Documento sem título Rodrigo Bastos Fóscolo. Andreise Laurian Nazzária Rosa de Souza . Introdução. A tireotoxicose e o hipertireoidismo não são sinônimos. O hipertireoidismo constitui estado hipermetabólico que resulta do excesso de síntese e liberação de hormônio tireoidiano pela tireóide1. A tireotoxicose refere-se às causas de excesso de hormônio tireoidiano no corpo, incluindo a ingestão de preparações exógenas1. A tempestade tireoidiana representa manifestação extrema da tireotoxicose e, em geral, ocorre em paciente com tireotoxicose grave que experimenta um evento precipitante.. A incidência de hipertireoidismo é estimada em 1,2% na população geral, sendo de 0,5 e 0,7% com manifestações clínicas e suclínicas, respectivamente2. A tempestade tireoidiana ocorre em 1 a 2% dos pacientes com hipertireoidismo3, afeta a todas as idades, sendo mais comum em mulheres1. A taxa de mortalidade da tempestade tireoidiana tratada adequadamente atinge 7%4.. Etiologia e Fisiopatologia . A glândula tireóide produz principalmente T4 e pequena quantidade de T3. O T3 circulante é três a quatro vezes mais ativo biologicamente do que o T4, sendo 80% formado pela conversão periférica de T45. O excesso de T3....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa