EMERGÊNCIAS MÉDICAS - Capítulo 39 - Descompensações do Diabetes Mellitus

Documento sem título Walter dos Reis Caixeta Braga. José Carlos Serufo. Introdução          O diabetes melito acomete 5 a 12% da população adulta e reponde por quase 14% dos gastos com saúde nos EUA, dos quais metade devido a complicações crônicas como infarto do miocárdio, parada cardíaca, insuficiência renal terminal, retinopatia e pé diabético. Os diabéticos podem apresentar descompensação metabólica aguda como cetoacidose diabética (CAD) e hiperglicemia hiperosmolar não-cetótica (HHNC) ou hipoglicemia decorrente do tratamento. Em graus extremos, podem entrar em coma por essas complicações. Elas configuram emergências médicas e requerem intervenção apropriada.. A CAD resulta de deficiência ou resistência à insulina e conseqüente elevação da glicemia e dos cetoácidos séricos (>3mmol/l). . A resistência à insulina é provocada por ácidos graxos livres, desidratação, acidose e pelos hormônios contrarreguladores: glucagon, catecolaminas, cortisol e hormônio de crescimento. A deficiência pode resultar de falência das células beta pancreáticas, de dose insuficiente ou de interrupção do uso de insulina.. Na CAD, a glicemia encontra-se normalmente elevada, acima de 250mg/dl ea acidose está sempre presente (pH < 7,3; PCO2 < 40 mmHg; HCO3 <15 mEq/l). A cetoacidose....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa