EMERGÊNCIAS MÉDICAS - Capítulo 26 - Síndrome da Angústia Respiratória Aguda/Lesão Pulmonar Aguda

Documento sem título SÍNDROME DA ANGÚSTIA RESPIRATÓRIA AGUDA/LESÃO PULMONAR AGUDA. Marco Antônio Soares Reis. DEFINIÇÃO. A síndrome da angústia respiratória aguda (SARA) foi inicialmente descrita em 1967 por Ashbaug e cols. após analisarem a evolução de 12 pacientes que apresentavam insuficiência respiratória aguda, infiltrado pulmonar bilateral à radiografia de tórax, complacência pulmonar reduzida, associado a hipoxemia grave e refratária ao aumento da FiO2 e que melhoravam com a aplicação da PEEP1. Na ocasião observaram uma mortalidade próxima de 60%.. Em 1994 uma Conferência de Consenso Americano-Européia recomendou uma nova definição para SARA, classificando os pacientes de acordo com a gravidade da lesão pulmonar2. SARA foi definida como uma insuficiência respiratória de início agudo, associada a infiltrado pulmonar bilateral na radiografia de tórax, compatível com edema pulmonar e com ausência de sinais clínicos ou hemodinâmicos de hipertensão atrial esquerda (pressão de oclusão da artéria pulmonar ≤ 18 mmHg, quando medida), além de hipoxemia grave caracterizada por uma relação PaO2/FiO2 ≤ 200. Lesão pulmonar aguda (LPA) foi definida como uma injúria pulmonar semelhante à SARA, porém associada a hipoxemia leve a moderada (PaO2/FiO2 ≤ 300....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa