EMERGÊNCIAS MÉDICAS - Capítulo 12 - Choque

Untitled Document Débora Cerqueira Calderaro José Carlos Serufo. Introdução Choque é um estado caracterizado por redução da perfusão tecidual sistêmica, que resulta na diminuição do fornecimento de oxigênio aos tecidos e leva a desequilíbrio entre a oferta e o consumo de oxigênio, que acarreta uma série de alterações bioquímicas em nível celular, cuja disfunção pode progredir para o nível sistêmico (1,2). Os efeitos da oferta insuficiente de oxigênio são inicialmente reversíveis, mas rapidamente podem tornar-se irreversíveis, quando se perpetuam e resultam em morte celular, lesões de órgãos-alvo, falência orgânica múltipla e morte. Diante disso, é essencial o reconhecimento precoce e a rápida reversão do choque (3). Esse capítulo discute a fisiopatologia do choque, sua classificação, seus estágios, suas manifestações clínicas e abordagem inicial. . Fisiopatologia do choque A perfusão tecidual é determinada pelo débito cardíaco (DC) e pela resistência vascular sistêmica (RVS). O DC é o produto da frequência cardíaca (FC) pelo volume sistólico. O volume sistólico, por sua vez, depende....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa