EMERGÊNCIAS MÉDICAS - Capítulo 02 - Avaliação Semiológica do Paciente em Urgência e Emergência Médica

Untitled Document Marcus Vinícius Melo Andrade Enio Roberto Pietra Pedroso. Introdução           A Urgência e a Emergência em medicina constituem qualquer situação de ameaça à saúde iminente (breve) ou premente, respectivamente, e que deve ser evitada ou resolvida de forma imediata, sem demora.           A atenção à saúde em Urgência e Emergência, seja na Atenção Domiciliar, Atendimento Móvel de Urgência, Resgate, Unidade de Pronto Atendimento, Pronto Socorro, Unidade de Terapia Intensiva, Centro de Tratamento Intensivo, admite pacientes agudamente ou cronicamente acutizados e graves, com descompensação de órgão(s) ou sistema(s) principal(is), potencialmente reversiveis, e que aglutinam experiência multiprofissional e tecnologia para oferecer o suporte básico e avançado de vida, visando a estabilidade clínica, para permitir a obtenção de diagnóstico etioptogenético, se ainda não estiver sido feito, ou administrar tratamento adequado. A abordagem terapêutica visa identificar  inicialmente a etiologia, se não for possível, a fisiopatogenia, e se mesmo....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa