Clínica Cirúrgica - Capítulo 38 - Câncer de Pâncreas e Periampular

Euclides Dias Martins Filho Felipe Lopes. Introdução. Os tumores periampulares são adenocarcinoma de pâncreas, adenocarcinoma de duodeno, tumor de papila duodenal e colangiocarcinoma distal. Sua incidência em ordem crescente é: duodeno, colângio distal, papila e pâncreas. A mortalidade em ordem crescente é: duodeno, papila, colângio e pâncreas.. EPIDEMIOLOGIA E FATOR ES DE RISCO. O tumor de pâncreas é uma neoplasia extremamente agressiva, uma vez que sua incidência é praticamente igual à sua mortalidade. A sobrevida global em 5 anos de todos os estágios gira em torno de 5%.1 A incidência é maior em negros, em países industrializados, em tabagistas (risco duas a três vezes maior) e em indivíduos com pancreatite crônica; existe também uma associação não bem estabelecida com diabetes.2. Em relação à história natural, boa parte dos pacientes não manifesta sintomas devido à sua localização retroperitoneal, e quando os sintomas aparecem são inespecíficos. Sendo assim, quando o diagnóstico é estabelecido, um percentual significativo dos pacientes apresenta doença avançada, e dos que são encaminhados para a tentativa de ressecção uma parte já apresenta metástases no intraoperatório.. A grande maioria....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa