Clínica Cirúrgica - Capítulo 31 - Tratamento Cirúrgico para Obesidade

Euclides Dias Martins Filho Flávio Kreimer Geraldo Wanderley. INTRODUÇÃO. Obesidade é uma doença multifatorial, metabólica, de origem genética, agravada por fatores demográficos (gênero, idade e raça), endócrinos, psicológicos, ambientais, culturais, sociais, econômicos e por sedentarismo. O mecanismo básico seria o desequilíbrio entre ingestão calórica e gasto energético. O paciente obeso pode ser classificado de maneira quantitativa, pelo índice de massa corporal (IMC), ou de forma qualitativa, pela sua distribuição da gordura corporal. O IMC foi inicialmente proposto pelo bioestatístico Quetelet, em 1835. O cálculo é feito por meio da divisão do peso em quilogramas pelo quadrado da altura, em metros. O índice é universalmente aceito como indicador de obesidade. A OMS em 1997 e o NIH em 1998 escolheram o IMC como referência de medida para a obesidade (Quadro 31.1).1. . A obesidade hoje é uma epidemia nos EUA: dois terços de sua população apresentam IMC acima de 25kg/ altura2(m), metade da população tem IMC acima de 30, 24 milhões de pessoas apresentam IMC acima de 35 e 8 milhões de pessoas apresentam IMC acima de 40. Verifica- se aumento....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa