Clínica Cirúrgica - Capítulo 30 - Doenças Anorretais Benignas

Anna Cristina Cordeiro Orcina Fernandes Duarte . INTRODUÇÃO O presente capítulo aborda as doenças anorretais benignas de maior frequência no consultório de coloproctologia: hemorroidas, fístulas anorretais e fissura anal. Entretanto, em várias ocasiões, os médicos generalistas e especialistas em outras áreas são os primeiros a serem procurados por pacientes com sintomas e sinais relacionados com essas afecções, exigindo desses profissionais condutas iniciais adequadas. DOENÇA HEMORROIDÁRIA A doença hemorroidária, embora possa ocorrer em qualquer idade, é mais comum entre 45 e 65 anos e rara na infância, incidindo igualmente em ambos os sexos.1,2 O tratamento depende principalmente da intensidade dos sintomas. Anatomia Hemorroidas são estruturas anatômicas que integram o canal anal desde o período embrionário. Em 1963, Stelzner3 descreveu essas estruturas como corpus cavernosum recti ou coxins angiocavernosos. Esses coxins são constituídos de vasos glomerulares, tecido elástico, conectivo e músculo liso (músculo de Treitz). As fibras desse músculo são extensões do músculo longitudinal conjunto que atravessam o esfíncter anal interno, fixam-se na submucosa do epitélio colunar e promovem a suspensão do plexo hemorroidário interno, localizado....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa