Clínica Cirúrgica - Capítulo 26 - Obstrução Intestinal

Oscar Luiz Barreto da Silva Raquel Kelner da Silveira INTRODUÇÃO. A obstrução intestinal destaca-se como a enfermidade cirúrgica mais comum do intestino delgado. É responsável por cerca de 15% das admissões no setor de emergência por dor abdominal e por 300 mil internações/ ano, além de 30 mil mortes/ano nos EUA.1 A obstrução intestinal é conceituada como mecânica quando ocorre obstáculo físico, intrínseco ou extrínseco, impedindo o trânsito intestinal. Já na obstrução intestinal funcional (pseudo-obstrução) o impedimento do fluxo se dá por contrações musculares incoordenadas ou diminuídas, não havendo obstáculo mecânico. A obstrução intestinal pode ser simples, quando há oclusão apenas em um ponto do intestino; pode ser em alça fechada, quando o segmento intestinal está ocluído em dois pontos (um proximal e outro distal); pode ser total, quando há impedimento completo do fluxo intestinal, e pode ser parcial, quando ainda ocorre a passagem de alguma quantidade de gás ou líquido entérico pelo estreitamento.. Por fim, existe também a forma complicada com estrangulamento da alça, situação em que há comprometimento do fluxo arterial, que acarreta sofrimento da alça, podendo levar à necrose, seguida de perfuração. Podemos dividir ainda as obstruções intestinais....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa